Medo: veja a aranha sem olhos, a cobra-zorro e o morcego infernal Griffin
240
Compartilhamentos

Medo: veja a aranha sem olhos, a cobra-zorro e o morcego infernal Griffin

Último Vídeo

Não é de hoje que nós do Mega Curioso demonstramos um profundo amor por bichos estranhos. Por aqui, você já conferiu o simpático caranguejo do coco, um verme parasita que consegue transformar grilos em zumbis e até mesmo um tubarão duende que consegue projetar a mandíbula igual ao monstro do filme “Alien”. Pois bem, hoje vamos mostrar mais alguns “simpáticos” monstrinhos.

Em uma pesquisa recente, os membros da organização World Wildlife Fund descobriram centenas de novas espécies. No total foram 367, entre elas plantas e animais. A busca resultou em 290 plantas, 24 novos tipos de peixe, 21 anfíbios, 28 répteis, um pássaro e três mamíferos, incluindo o morcego-nariz-de-folha de Griffin – que nem em sonhos se parece com uma folha.

Todas as espécies eram desconhecidas no meio científico e algumas delas têm uma aparência um tanto assustadora. A pesquisa foi realizada na região de Mekong, na parte sudeste da Ásia.

Dá um beijinho na ponta do Nariz

O morcego fofo que ilustra esta matéria foi batizado com o nome científico de Hipposideros griffini, em homenagem ao especialista em morcegos, Donald Griffin, falecido em 2003. Não se engane, pois não há nada de errado com o nariz do bichinho. Na verdade, ele funciona como um potente sonar para ecolocalização. O animal foi descrito na edição de fevereiro do Journal of Mammology.

A forma de seu nariz se dá devido a uma elaborada trama de pele, conhecida como “nariz-de-folha”. Já a pelugem do animal varia de marrom para cinza, sendo que, geralmente, o pelo de sua barriga é sempre mais claro. Essa espécie tem olhos relativamente pequenos e possuí orelhas grandes com formato triangular. Em geral, as fêmeas do morcego Griffin costumam ser um pouco maiores do que os machos.

The Huffington Post

O animal foi visto pela primeira vez em 2008, em um parque nacional do Vietnã. Entretanto, somente agora os pesquisadores conseguiram capturar algumas amostras e as cadastraram como uma espécie nunca documentada anteriormente. Entre os morcegos da família Hipposideros, o Griffin nariz-de-folha é um dos maiores.

Quem precisa de olhos?

Com certeza a aranha sem olhos é um bicho que merece um filme de terror só para ela. Encontrada na caverna de Laos, na Ásia, o aracnídeo foi batizado como Sinopoda scurion. A descoberta foi realizada pelo Instituto de Pesquisas Senckenberg de Frankfurt. Mas não precisa ficar com medo, pois a “dona aranha” vive apenas em cavernas.

G1

A escolha do nome para o aracnídeo cego se deu em homenagem à empresa Scurion, a qual fábrica lanternas especializadas para espeleogia (ciência que estuda cavernas e cavidades naturais). Um pouco irônico, não é? Segundo a descrição feita na publicação científica Zootaxa, a falta de olhos e pigmentação na aranha se dá devido a uma adaptação ao escuro total das cavernas.

Primeira hora

Peter Jager, chefe da seção de aracnologia do Instituto de Pesquisa Senckenberg, informa: “Nós já tínhamos encontrado aranhas deste gênero em outras cavernas, mas elas sempre tiveram olhos e pigmentação completa. A Sinopoda scurion é a primeira Sparassidae sem olhos. ”

Z de Zorro

Essa cobra até que não é tão estranha – se comparada com os outros animais descobertos na região de Mekong. A cobra d’água possui marcas em volta dos olhos, as quais se parecem com a máscara do zorro ou com as de quaisquer heróis que se prezem. Além dela, durante as buscas, os cientistas também encontraram um lagarto listrado, com marcas que lembram as de uma zebra.

The Raw Story
Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.