20 testamentos engraçados e últimos desejos absurdos deixados neste mundo
1.320
Compartilhamentos

20 testamentos engraçados e últimos desejos absurdos deixados neste mundo

Último Vídeo

Muita gente certamente tem aquele objeto favorito e já deve ter pensado: “Para quem eu vou deixar isso quando eu morrer?”. Pode ser na brincadeira ou até um pensamento sério, a verdade é que a gente quer deixar alguma coisa que nos lembre com alguém que amamos (ou nem tanto, como veremos mais abaixo).

Seja um simples último desejo ou até mesmo um complexo testamento, existem aqueles pedidos inusitados, estranhos e até mesmo divertidos deixados por pessoas no mundo inteiro. É claro que não temos acesso a todos eles, mas alguns famosos tornaram públicas suas vontades finais bizarras e agora você vai conhecer 20 delas.

01 - William Shakespeare

Último desejo: deixar sua "segunda melhor cama" para a esposa

Esse não foi somente um último pedido de Shakespeare, pois ele até registrou como testamento. Naquela época, ter uma boa cama, sem pulgas ou vermes, era muito caro e muito valorizado. Os melhores móveis foram deixados para as filhas. Esse desejo de deixar a segunda melhor cama para a mulher fez aumentar as especulações a respeito de seu casamento.

Quando as pessoas leram o epitáfio que o escritor deixou para o seu túmulo, quase todos tiveram certeza de que ele e a esposa não estavam bem. Ele escreveu: "Bendito seja o homem que poupa essas pedras, e amaldiçoado quem move meus ossos". Quando a mulher morreu, sete anos mais tarde, ninguém permitiu que seu corpo fosse colocado na mesma sepultura.

02 - Charles Dickens

Último desejo: que as pessoas que fossem ao seu funeral não usassem cachecol, casaco, laço preto, sobretudo ou qualquer tipo de vestimenta de luto

Além disso, o escritor também não queria ter um funeral público e nem que fossem divulgados hora e local do velório e sepultamento. Ele pediu um funeral barato e simples, com o mínimo de pessoas possível. Mas, como era de se esperar para um autor tão importante, é óbvio que os seus pedidos foram todos ignorados.

Ele foi homenageado com um enorme cortejo fúnebre, com todos os amigos, familiares e fãs presentes em um funeral completo, que até mesmo se tornou um acontecimento nacional. O homem que estava acostumado a conseguir tudo o que queria em vida não teve o que desejada na sua morte.

03 - Benjamin Franklin

Último desejo: que sua filha não tivesse o passatempo caro e inútil de usar joias

Benjamin Franklin foi um dos homens mais admirados do mundo ocidental no final do século 18. A razão do seu estranho pedido foi porque o ex-embaixador da França deu a Franklin um retrato do Rei Louis XVI em uma moldura cravejada com 408 diamantes.

Ele adorou o quadro e foi um dos seus objetos preferidos até a sua morte. Benjamin o deixou como herança para a sua filha, Sarah, mas com a condição acima mencionada, para impedi-la de remover os diamantes do quadro para fazer joias.

04 - John B. Kelly

Último desejo: que as compras de sua filha, a princesa Grace, não falissem o principado de Mônaco

John Kelly era um empreiteiro multimilionário que foi um triplo vencedor da medalha de ouro olímpica. Sua filha (a atriz Grace Kelly) se casou com o Príncipe e passou a fazer parte da família real de Mônaco. Em seu testamento, havia muitas partes divertidas, como essas duas citadas abaixo:

"Para meu filho John, todos os meus pertences pessoais, tais como troféus, anéis, joias, relógios, roupas e equipamentos esportivos, exceto as gravatas, camisas, blusas e meias, porque é desnecessário lhe dar algo do qual ele já tomou posse".

Ele não deixou nada para o seu genro, o príncipe Rainier de Mônaco, afirmando: "Não quero dar a impressão de que sou contra os genros, mas o que eu darei para as minhas filhas vai ajudar a pagar as contas das lojas de vestidos. Entretanto se eles continuarem dessa forma e sob a tutela da mãe, é bem provável que a família real vá à falência".

05 - Harry Houdini

Último desejo: que sua esposa participasse de uma sessão espírita anual para que ele pudesse se comunicar com ela

Houdini, em alguma parte de sua vida, se tornou muito interessado em espiritismo por causa da grande dor que sentiu após a morte da sua mãe. Depois de vários anos tentando se comunicar com ela através de espiritualistas, ele desistiu e se convenceu de que tudo isso era conversa fiada.

Para provar isso, Houdini deixou para sua esposa uma nota secreta com dez palavras selecionadas aleatoriamente que ele iria dizer para ela depois de sua morte. Durante 10 anos, sua esposa realizou sessões espíritas, mas Houdini nunca apareceu.

06 - Napoleão Bonaparte

Último desejo: que sua cabeça fosse raspada e o cabelo dividido entre seus amigos

Napoleão desejava que, como lembrança, seus amigos guardassem uma pequena mecha de seu cabelo, e assim foi feito. Porém, em uma análise feita por um dos amigos, descobriu-se que o cabelo continha grandes quantidades de arsênico. Os sintomas prévios à morte de Napoleão (vomitar sangue seco) podem ter sido ocasionados com o envenenamento pela substância.

Existem grandes especulações de que as paredes do seu quarto continham o produto (o que não era incomum na época) e que seu próprio meio ambiente o matou, mas outros acreditam que ele foi envenenado. Na verdade, tudo colaborou, já que ele também tinha câncer de estômago e tomava remédios prescritos pelos médicos que eram verdadeiros venenos.

07 - John Bowman

Último desejo: que seus funcionários preparassem refeições todas as noites após sua morte, caso ele voltasse à vida

A esposa de Bowman e suas duas filhas morreram antes dele e ele se convenceu de que, quando morresse, toda a família voltaria à vida. Movido por essa estranha crença, ele deixou um fundo no valor de US$ 50 mil para pagar os funcionários que trabalhavam na mansão de 21 quartos.

Ele também solicitou que os funcionários fizessem uma refeição diária todas as noites para que tudo estivesse preparado caso a família voltasse com fome. A vontade do homem foi honrada com confiança até 1950, quando o dinheiro deixado acabou.

08 - T. M. Zink

Último desejo: uma biblioteca sem mulher

Zink deixou cerca de US$ 3 milhões para que fosse construída uma biblioteca completamente sem mulheres. Isso mesmo, nada do sexo feminino por lá. A palavra era para que não fossem admitidas moças para marcar as entradas dos livros, para recepcionar os leitores, nem livros ou obras de arte feitas por elas.

"Meu ódio intenso pelas mulheres não é de origem ou desenvolvimento recente, nem com base em todas as diferenças pessoais, mas é o resultado de minhas experiências com elas, além do estudo de todas as literaturas e obras filosóficas". Sua família desafiou com sucesso a vontade de Zink, que era um advogado de Iowa.

09 - Anjo Pantoja

Último desejo: queria estar de pé em seu próprio funeral

A casa funerária de Porto Rico usou um tratamento especial de embalsamento para manter o corpo de Anjo Pantoja Medina, de 24 anos, de pé para um velório de três dias na casa de sua mãe. Usando boné e óculos de sol, o rapaz foi velado por parentes enquanto ficava encostado na posição vertical na sala de estar.

"Anjo queria ser feliz, de pé", disse o irmão Carlos ao jornal "El Nuevo Dia". O proprietário da casa funerária disse que a mãe de Pantoja pediu a ele que cumprisse o último desejo de seu filho, que foi encontrado morto debaixo de uma ponte, em San Juan, e sepultado três dias mais tarde.

10 - Leona Helmsley

Último desejo: deixar US$ 12 milhões para seu cachorro

Quem gostou da ideia foi Trouble, um cachorrinho maltês, que recebeu nada menos do que US$ 12 milhões de sua dona, Leona Hemsley, para que ele tivesse todo o luxo com que sempre esteve acostumado. A confiança para isso foi destinada a seu irmão, Alvin Rosenthal, a quem ela deixou US$ 10 milhões pela ajuda.

Já com as crianças de seu filho falecido Jay Panzirer (ou seja, seus netos), ela foi muito menos caridosa. Deixou "somente" US$ 5 milhões para David e Walter Panzirer e cortou completamente Craig e Meegan Panzirer do seu testamento "por razões que lhes são conhecidas", segundo ela mesma.

11 - Samuel Bratt

Último desejo: deixar 330 mil libras para sua esposa, desde que ela fumasse cinco charutos por dia

Samuel Bratt usou sua última vontade simplesmente para se vingar da sua esposa. Ela não permitia que ele fumasse seus charutos favoritos. Quando morreu, em 1960, Bratt retornou o favor. Deixou 330 mil libras desde que ela fumasse cinco charutos por dia.

12 - Jayla Cooper

Último desejo: se casar

Toda menina sonha em se casar, mas Jayla Cooper, de apenas 9 anos, não tinha muito tempo para esperar por isso. Ela lutava contra a leucemia havia dois anos, uma batalha que poderia terminar em questão de semanas. Mas Jayla tinha um noivo, seu melhor amigo, Jose Griggs, um outro paciente no Centro Médico Infantil de Dallas, e queria se casar.

"Ele é muito bonito e eu o amo", ela disse, rindo. Jayla e Jose simbolicamente se casaram em uma cerimônia rodeada de amigos e familiares. A noiva recebeu vários tipos de doações para que realizasse o casamento de seus sonhos.

13 - Heinrich Heine

Último desejo: deixar sua fortuna para a esposa desde que ela se casasse novamente

Em 1841, o poeta Heinrich Heine casou com Eugenie Mirat, uma mulher ignorante, grosseira e consumista. Porém, em seu testamento, Heine deixou tudo para a mulher sob uma condição: que ela se casasse novamente. Por quê? "Porque então haverá pelo menos um homem que vai se arrepender da minha morte". O poeta alemão morreu em 1856.

14 - Gene Rodenberry

Último desejo: pediu para ser cremado e enviado para o espaço

Gene Rodenberry, criador do fenômeno Star Trek, era louco por espaço e ficção científica, tanto que pediu que seu corpo fosse cremado e enviado para o espaço. Seus desejos finais foram realizados e ele foi levado para fora da Terra em um satélite espacial em 1977.

As cinzas foram lançadas na atmosfera quando o satélite orbitou o planeta. Sua esposa se juntou a ele no espaço depois de sua morte, cerca de 10 anos mais tarde.

15 - Nick Wallis

Último desejo: pediu uma prostituta para perder a virgindade

O jovem que sofria de uma deficiência física resultante de uma distrofia muscular pediu uma prostituta para experimentar o sexo antes de morrer. Ele sofreu com isso por trinta anos e disse ao pessoal do hospício Douglas House (onde morava) que queria ter uma relação sexual.

Nick explicou que tinha esperança de formar um relacionamento íntimo e amoroso com uma mulher, mas sua deficiência foi uma barreira. Os arranjos foram feitos e ele finalmente teve a visita de uma prostituta. Wallis disse que não foi emocionalmente gratificante, mas a mulher foi muito agradável e muito compreensiva.

16 - Marquês de Sade

Último desejo: insistiu que seu caixão ficasse aberto por 48 horas após sua morte

Donatien Alphonse François de Sade foi um escritor francês conhecido por seus romances eróticos e histórias curtas, muitas das quais tinham aspectos violentos. Em seu último pedido, ele exigiu que seu corpo fosse mantido em um caixão aberto por 48 horas e só após esse período é que fosse pregado e enterrado.

17 - Horatio Nelson

Último desejo: deixar sua amante para o rei da Inglaterra

Horatio Nelson foi um marinheiro francês e veio a ser considerado como um dos melhores do seu tempo, servindo a Grã-Bretanha. Ele morreu em 1805 e, quando se foi, deixou sua amante, Lady Hamilton, como herança para o rei e seu país. Como era de se esperar, seus desejos foram completamente rejeitados e ignorados.

18 - William Randolph Heast

Último desejo: provar que ele não teve nenhum filho fora do casamento

O multimilionário magnata da imprensa morreu em 1951 e sua propriedade de US$ 59,5 milhões foi dividida entre sua viúva, seus filhos e sua fundação para fins de caridade. Desafiando aqueles que afirmavam que ele tinha filhos fora do casamento, ele determinou que, se alguém provasse que o filho fosse seu, teria uma soma de... Um dólar! Ninguém reivindicou.

Ele também deixou um castelo de 30 milhões para a Universidade da Califórnia, que achou muito caro mantê-lo. Então o governo tomou-o para si e agora é um marco histórico nacional aberto para visitas públicas.

19 - S. Sanborn

Último pedido: deixar seu corpo para a ciência

Quando este chapeleiro americano morreu, em 1871, ele deixou seu corpo para a ciência, sob os cuidados de Oliver Wendell Holmes, professor de anatomia da Universidade Harvard Medical School.

Depois dos estudos, ele também quis que fossem feitos dois tambores com a sua pele e fossem doados para um amigo com a condição de que ele tocasse a música "Yankee Doodle" todo dia 17 de junho de madrugada para comemorar a Guerra Revolucionária. Com o resto do corpo, ele sugeriu que fosse feito fertilizante para ajudar em plantações nas vias rurais.

20 - Janis Joplin

Último desejo: pagar uma festa para 200 convidados em seu pub favorito

Em sua breve carreira como cantora de rock e blues, Janis Joplin gravou quatro álbuns, contendo uma série de clássicos, como "Piece of My Heart”, "To Love Somebody" e "Me and Bobby McGee". Conhecida por beber muito e fazer uso de drogas pesadas, Janis morreu em 4 de outubro de 1970, vítima de overdose.

Ela fez várias alterações em seu testamento, inclusive dois dias antes da sua morte. A cantora reservou US$ 2,5 mil para pagar uma festa durante toda a noite para 200 convidados em seu pub favorito, localizado em San Anselmo, na Califórnia, "para que seus amigos pudessem se divertir depois que ela partisse". Todas as suas propriedades foram supostamente dadas a seus pais.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.