(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Michigan, as pessoas tendem a ser mais sinceras quando precisam abordar temas complicados através de mensagens de texto do que quando fazem isso pessoalmente ou falando ao telefone.

Segundo o site da CBS Detroit, o estudo, conduzido pelos psicólogos Fred Conrad e Michael Schober, sugere que isso ocorre porque os indivíduos se sentem menos pressionados ao se comunicar através de mensagens de texto do que quando precisam interagir durante uma conversa, por exemplo.

Mais tempo para pensar

Ao não se sentirem tão pressionados, os indivíduos têm mais tempo para organizar suas ideias e apresentar uma resposta mais precisa. Aparentemente, através das mensagens de texto, a tendência de que uma pessoa omita a verdade ou a apresente de forma “floreada” é bem menos provável.

A pesquisa, que envolveu uma equipe multidisciplinar, avaliou o comportamento de 600 proprietários de iPhone, analisando suas respostas a perguntas realizadas através de mensagens de texto ou voz, incluindo algumas variáveis relacionadas ao ambiente, ou seja, se estavam na presença de outras pessoas ou ocupados com outras atividades.

O estudo foi realizado para avaliar as mudanças nos padrões de comunicação dos norte-americanos, tendo uma em cada cinco residências utilizando apenas os celulares como forma de comunicação. Com isso, ocorreu um forte aumento no uso de mensagens de texto não só entre os jovens, mas também entre pessoas de outras faixas etárias.

Fonte: CBS Detroit