(Fonte da imagem: Thinkstock)

De acordo com um artigo publicado pelo site Psychology Today, a maneira como nos expressamos exerce uma enorme influência na forma como os outros nos veem. O tom da voz, a velocidade da fala, e até a forma como gesticulamos enviam mensagens aos nossos interlocutores.

Se você fala de forma bem pausada, pode estar passando a impressão de ser pouco confiante, e se o tom da sua voz é mais estridente, as pessoas podem pensar que você está bravo, por exemplo. Já a forma como movemos as mãos pode transmitir nervosismo ou segurança, ajudando-nos a conduzir o nosso discurso e a cativar a “plateia”.

Ajustes discretos

Existem pequenos ajustes que podemos fazer para mudar a forma como os demais nos percebem. Basta demonstrar emoções relacionadas ao tema do qual estamos falando através de expressões faciais, gestos e até mesmo de mudanças discretas no tom da voz.

É possível enfatizar determinadas passagens da nossa história através do movimento das mãos, trazendo mais emoção ao que estamos contando. Além disso, diminuir a quantidade de pausas durante o discurso e encontrar um ponto de equilíbrio entre o volume e o tom da voz também fazem que a nossa credibilidade aumente.

Portanto, quando tiver que falar em público, embora seja difícil mudar o tom da sua voz ou controlar o que está fazendo com as mãos, uma boa dica é prestar atenção na forma como você está se expressando. Mudar o volume e gesticular de maneira inteligente pode fazer com que os nossos interlocutores prestem mais atenção e se sintam mais envolvidos com o nosso discurso.

Fonte: Psychology Today e Body Language Expert