(Fonte da imagem: Reprodução/Polygon)
Uma pesquisa publicada no PLoS ONE afirmou que, no mundo virtual do Second Life, mulheres usam avatares com menos roupas que os homens, em média. O resultado foi apresentado pelos pesquisadores canadenses, Anna Lomanowska e Matthieu Guitton, que analisaram 404 personagens do game virtual.

Entitulado de “Virtually Naked: Virtual Environment Reveals Sex-Dependent Nature of Skin Disclosure” (“Virtualmente nu: ambiente virtual revela a natureza sexo-dependente de divulgação da pele”, em tradução livre), o estudo descobriu que as mulheres virtuais tendem a divulgar mais a pele do que os avatares do sexo masculino.

Uma das explicações para o resultado está nas implícitas influências culturais sobre a divulgação da pele que levam costumes do mundo real para o Second Life. Além disso, outra teoria seria o fato de que há um desejo por parte dos jogadores em acentuar a sexualidade e atrair a atenção dos outros companheiros de jogo.