Estudo revela que os cães entendem mais os seus donos do que se pensava
49
Compartilhamentos

Estudo revela que os cães entendem mais os seus donos do que se pensava

Último Vídeo

Segundo uma notícia publicada pela BBC, um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Portsmouth, na Inglaterra, revelou que os cães são muito mais capazes de entender situações sob o ponto de vista de seus donos do que se imaginava.

O estudo foi conduzido com 84 cães, e os pesquisadores empregaram um sistema de luzes — que se acendiam ou se apagavam — para determinar até que ponto os animais eram capazes de compreender determinadas situações sob o ponto de vista de um humano. Assim, os cachorros e seus donos foram colocados em uma sala com uma vasilha de petiscos, os quais os animais aprenderam que não podiam ser “roubados”.

Experimento

A hipótese dos pesquisadores era a de que, se ao apagar as luzes e tornar os donos temporariamente cegos os cães roubassem os petiscos, isso significaria que os animais eram capazes de compreender que a perspectiva de seus companheiros havia mudado, demonstrando a capacidade dos animais de adaptar o próprio comportamento para se adequar à situação.

Por outro lado, se os animais não roubassem os petiscos, para os pesquisadores isso significaria que os cães não eram capazes que compreender que as circunstâncias de seus donos haviam mudado. Os resultados demonstraram que os danadinhos eram quatro vezes mais propensos a roubar os petiscos enquanto as luzes estavam apagadas e seus donos não podiam ver o que eles estavam fazendo.

Para os pesquisadores, a descoberta de que os cães podem ser capazes de entender os seus donos a partir da perspectiva de um humano é incrível, embora os resultados do experimento não permitam que os cientistas afirmem que os animais compreendem a mente humana, algo que, até agora, se pensava que os apenas as pessoas tinham a habilidade de fazer. Por outro lado, se você está em busca de um amigo fiel e que entenda você, já sabe a quem recorrer!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.