Mini wedding: uma pequena cerimônia para marcar um grande momento

14/03/2012 às 17:034 min de leitura

Fonte: Thinkstock

Quem está prestes a subir no altar sabe que a todo o momento estão surgindo novidades no mercado de casamentos. A última tendência para as cerimônias vem da Europa e foi batizada de “Mini Wedding”, que significa literalmente um minicasamento – no Brasil, recebeu o nome de Casamento Íntimo.

A ideia é que a festa reúna, no máximo, 100 convidados. São parentes e amigos próximos do casal juntos em uma comemoração compacta, porém com muito luxo e sofisticação. Esse tipo de festa mais reservada está crescendo e fazendo sucesso, principalmente, entre aqueles cujo orçamento não permite uma cerimônia para 300 pessoas, por exemplo, ou entre noivos que preferem ficar mais próximos de convidados especiais.

Também é uma excelente alternativa para os casais que desejam celebrar o matrimônio junto de pessoas queridas, que acompanharam de perto sua história de amor e merecem receber toda a atenção e o mimo dos noivos nesse momento tão importante.

Essa redução no número de convidados, consequentemente, se traduz em custos menores e, por isso, pesa muito menos no bolso dos noivos. Além disso, permite que o casal planeje melhor os detalhes da festa e garanta uma cerimônia intimista e exclusiva para ser aproveitada junto das pessoas que realmente marcaram suas vidas.

Onde celebrar?

Como o número de participantes é pequeno, a cerimônia pede um local reservado que, acima de tudo, seja confortável e transpareça intimidade para os convidados. O objetivo é que todos se sintam à vontade, como se estivessem em casa.

Em geral, a tendência pede que a cerimônia religiosa e a festa sejam realizadas no mesmo endereço. Dessa maneira, é possível riscar da lista os gastos com decoração e aluguel da igreja e o transtorno com os deslocamentos entre o local da cerimônia religiosa e o espaço da festa. Isso representa uma comodidade para os noivos e os convidados, que podem aproveitar melhor o momento.

Fonte: Thinkstock

Na hora de escolher o espaço, é possível contar com opções práticas e pessoais, como residências, casas de praia ou sítios. No entanto, como a tendência está crescendo no país, já existem restaurantes, buffets e salões que oferecem uma ótima estrutura para receber o novo modelo de casamento.

Também se deve levar em consideração alguns outros estabelecimentos que podem receber muito bem esse tipo de celebração. Galerias de arte, jardins, casas de chá, hotéis e pousadas podem funcionar perfeitamente, além de oferecer uma bela decoração e um serviço de alta qualidade para a ocasião.

Como decorar?

Como os gastos com um minicasamento são muito mais baixos do que de uma festa tradicional, os noivos podem investir um pouco mais na decoração para que o casamento seja da maneira que eles sempre sonharam.

Para chegar a esse resultado, a personalização é a opção mais requisitada pelos casais. Existem empresas especializadas em criar rótulos, pôsteres e imagens de acordo com o gosto do casal. Mas nada impede que os noivos usem a criatividade e suas habilidades para personalizar os detalhes de um momento tão especial.

Fonte: Thinkstock

Entre os itens que recebem maior atenção na decoração, em primeiro lugar estão as embalagens dos doces e salgados. Em seguida, as lembrancinhas costumam ser escolhidas a dedo pelos noivos, já que são o item que os convidados levarão consigo para recordar a união. Como a ocasião conta com um número menor de pessoas, é possível escolher produtos mais elaborados e exclusivos para oferecer aos convidados.

No ambiente onde será realizada a cerimônia, os noivos também costumam trazer um pouquinho de suas vidas para decorar o espaço. Uma fragrância agradável, móveis que pertençam à família, fotos do casamento dos pais dos noivos e outros itens que fazem parte do dia a dia do casal podem ser levados para o dia do casamento.

O mais importante é que tudo seja pensado e escolhido com carinho para que, no fim, todos possam aproveitar uma festa exclusiva, agradável e muito charmosa.

O que vestir?

Já que a ocasião é mais intimista, não existe a obrigação da noiva usar um vestido branco com uma cauda enorme e que o noivo esteja de fraque. A descontração do minicasamento também se estende às roupas que os noivos e os convidados vão usar.

Lembre-se de que o objetivo é que todos se sintam à vontade, como se estivessem em casa, por isso não é preciso seguir à risca os trajes de esporte fino ou black tie. Mais uma vez, é preciso que a roupa escolhida para o grande dia reflita a personalidade dos noivos.

Fonte: Thinkstock

Isso não significa que o tradicional vestido de noiva deve ser descartado. Pelo contrário, a única diferença é que as noivas que celebram um minicasamento costumam optar por vestidos mais curtos ou simples e sem cauda. O véu longo também é trocado por um casquete, fascinator ou qualquer outro adereço de cabeça que seja pequeno e delicado.

Os noivos também podem usar ternos, sem problemas. No entanto, é comum ver os rapazes optarem por coletes e camisas diferentes. Para quem não abre mão do estilo, as estampas, como listras ou xadrez, estão liberadas. Nos pés, o bom e velho sapato social dá lugar a mocassins ou tênis, prezando pelo conforto.

O que servir?

Ter poucos convidados facilita a escolha do cardápio. Como os noivos conhecem de perto as pessoas com quem vão celebrar, é possível adequar os pratos ao perfil dos participantes da festa, avaliando as preferências de cada um. Ao escolher os doces, vale a mesma regra.

Fonte: Thinkstock

Já quando chegar o momento de decidir pelo bolo, o modelo tradicional – todo decorado e com muitos andares – também pode ser substituído para combinar melhor com o estilo da festa. Uma das opções mais requisitadas no momento são os cupcakes. Bonitos e coloridos, os bolinhos conquistam os convidados com seu charme, e a infinidade de possibilidades na decoração permite que o casal deixe as guloseimas com a cara da festa.

Como animar a festa?

Os casais que apostam em cerimônias tradicionais costumam contratar uma banda, que fica responsável por animar os convidados por algumas horas. Entretanto, em um espaço reduzido não é possível fazer o mesmo.

Por esse motivo, os especialistas do ramo aconselham que, se os noivos que planejam um minicasamento realmente desejam ter uma apresentação ao vivo, a melhor opção são solistas, duos ou trios de música acústica. Jazz e MPB são estilos musicais que caem bem nessas ocasiões e, em geral, agradam aos convidados, mas os noivos devem escolher o que mais combina com seu gosto pessoal.

Fonte: Thinkstock

Não existe nenhuma formalidade?

Apesar do minicasamento romper com vários padrões dos casamentos tradicionais, os especialistas do ramo destacam que uma formalidade precisa ser cumprida mesmo para as cerimônias intimistas – os convites. O fato da festa contar com um número menor de convidados em uma celebração pequena não é suficiente para que o casal deixe de lado a obrigação de entregar os convites impressos.

Mas também é possível pensar nos convites como mais uma oportunidade de explorar a criatividade dos noivos para desenvolver algo novo, diferente e que reflita suas personalidades. Assim, quando os convidados receberem os convites, já terão uma ideia de que o momento que os espera será muito especial.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: