Celebre seu casamento dentro do orçamento e fora do comum

24/07/2012 às 10:329 min de leitura

Fonte: Thinkstock

Uma festa de casamento linda e deslumbrante é o sonho de muitos casais. Celebrar a união de duas pessoas que se amam e ainda agradar aos amigos e familiares é um acontecimento muito importante e que não pode passar em branco.

Contudo, os pombinhos que já começaram a colocar os gastos no papel devem ter entendido que as somas são altas para realizar o casamento dos sonhos. As empresas e fornecedores diretamente ligados ao ramo têm visto o mercado crescer e, assim, os preços acabam subindo e podem pesar no bolso dos noivos.

Ainda, entre casais jovens que vão subir ao altar pela primeira – e única! – vez, investir grandes quantias de dinheiro antes de terem uma vida financeira bem estabelecida pode causar transtornos futuros se tudo não for executado com um bom planejamento. É fundamental que os noivos tenham em mente que, logo após o casamento, terão que enfrentar o começo da vida a dois e, assim, se adequar a uma nova rotina de gastos.

No entanto, isso não significa que você deve abrir mão de comemorar um momento tão especial da sua vida. Seguindo um planejamento e contando com as dicas de Ana Paula Lopes, cerimonialista da Alleanza Eventos, em Curitiba, é possível economizar bastante e ainda ter um casamento lindo com um toque da personalidade do casal.

Um casamento, muitas opções

Não é preciso nem mesmo estar com a data do casamento marcada para saber que o mercado oferece uma enorme variedade de produtos e opções para deixar qualquer festa ainda mais elegante e luxuosa. O que os noivos precisam saber é que, muitas vezes, esses serviços não são essenciais e podem ser cortados sem prejudicar a celebração.

Primeiramente, é importante que o casal coloque no papel tudo aquilo que deseja ter no dia do casamento. A partir daí, é possível estabelecer as prioridades do evento e, aos poucos, definir valores, forma de pagamento etc.

Fonte: Thinkstock

A economia não é uma alternativa apenas para casais que possuem um orçamento mais apertado, mas sim para todos que desejam fazer uma festa linda e ainda poupar para aproveitar melhor a lua de mel, decorar a casa ou guardar algum dinheirinho para um projeto no futuro.

O objetivo não é que você abandone o sonho de realizar um grande casamento. Na verdade, a intenção principal é que você estabeleça um orçamento de acordo com o seu padrão de vida e possa ajustá-lo de maneira a realizar o casamento com tudo o que você sempre sonhou.

Sobre isso, a cerimonialista Ana Paula Lopes declara: “O sonho não tem preço, mas, em se tratando de casamentos, pode-se concluir que o sonho pode ser caro demais, e existem sim pontos em que podemos fazer uma festa de bom gosto sem gastar tanto. O planejamento e a organização são a base de tudo.”

Como conseguir preços menores

Ao iniciar o planejamento de um casamento, um cerimonial pode ser fundamental, principalmente se os noivos quiserem evitar dores de cabeça e preocupações. Quanto antes começarem os preparativos, melhores serão os preços e as condições de pagamento oferecidas pelos fornecedores. Os descontos conseguidos pelos assessores e cerimoniais também costumam ser maiores e a gama de profissionais com que eles trabalham é grande o suficiente para atender diferentes tipos de noivos e estilos de casamento.

“O serviço de cerimonial poderá ajudar o casal a manter o orçamento previsto. Depois de uma reunião inicial em que se traça o perfil da festa desejada, os noivos tomam conhecimento dos custos atuais e poderão dizer se o orçamento de que eles dispõem caberá ou não no estilo de festa desejado. A partir daí, o cerimonial indicará os serviços que atenderão o perfil de cada cliente, ajudando também nas negociações com seus parceiros e vendo o que poderá ser economizado ou até mesmo os itens que poderão ser cortados da festa dependendo do estilo, horário e perfil de convidados de cada cliente”, esclarece Ana Paula.

Fonte: Thinkstock

Para o casal que pretende encarar o desafio de organizar uma festa sozinho, a dica é dispor de tempo e paciência. Quanto antes forem feitos os contatos, mais fáceis serão as negociações. Ainda, é preciso ter um espacinho na agenda para consultar sites e publicações especializadas, visitar feiras do setor para entrar em contato com fornecedores e ficar por dentro das novidades e, por fim, solicitar diferentes orçamentos para poder compará-los e eleger o melhor serviço a contratar.

Outra dica da especialista é que se você tiver mais amigas que irão se casar em datas próximas, podem se juntar e negociar descontos juntas com o fornecedor.

Ainda, a tendência do Faça Você Mesma (ou DIY, do inglês Do It Yourself) está em alta e vem fazendo muito sucesso nos casamentos. Noivas prendadas podem entrar de cabeça no estilo que, além de lindo, é bastante econômico. Junto com as madrinhas, amigas e parentes mais próximas, a noiva pode passar momentos de descontração preparando convites, lembrancinhas, elementos de decoração e tudo o mais que sua criatividade permitir. Assim, o casamento fica ainda mais bonito e com a cara do casal.

“O estilo DIY está cada vez mais comum. Algumas noivas optam por falta de profissional especializado, outras por vontade de participar ativamente do seu grande dia, mas a grande maioria é para poder economizar mesmo. Já tive clientes que fizeram porta-guardanapos, boutonnière de broches, buquê de broches, lembrancinhas dos mais variados estilos, arranjos com garrafas de vidro para as flores, livro scrapbook, lustre de guarda-chuvas etc. A criatividade é grande e acaba sim poupando em alguns serviços e podendo chegar até 20% de economia”, comenta a especialista.

Abaixo, confira as dicas da cerimonialista Ana Paula Lopes de como economizar no casamento e alternativas DIY para deixar sua festa mais barata sem perder o charme que a ocasião merece.

Lista de convidados

Fonte: Thinkstock

A lógica aqui é simples: quanto mais convidados, maiores serão os gastos. Incluir um grande número de pessoas na lista significa reservar um salão maior, confeccionar mais convites, ter mais mesas para decorar, servir um número maior de bebidas, contratar um buffet mais completo e assim por diante...

“Tudo vai depender do número de convidados, que deve ser reduzido ao máximo. Com a ajuda do cerimonial, por exemplo, fazendo um RSVP [do francês Respondéz S'il Vous Plait] bem feito, conseguimos chegar perto do número real de convidados que deverão estar presentes e, assim, fazer uma economia significativa da parte de buffet e, consequentemente, na decoração, pois diminuímos o número de mesas. Já tivemos eventos em que através do RSVP conseguimos prever que teríamos uma quebra de quase 40% dos convidados e com isso a economia foi grande”, conta a cerimonialista.

Faça Você Mesma – um casamento DIY costuma ser mais intimista e reservado, então não combina com uma celebração que pretende incluir mais de cem convidados. Em geral, apenas os parentes próximos e os amigos diretamente ligados ao casal são chamados a comemorar, resultando em uma lista enxuta e custos bem menores.

Data e horário da festa

Fonte: Thinkstock

Nem é preciso lembrar que existem meses bastante concorridos entre as noivas, não é mesmo? Quem deseja poupar deve fugir desses períodos, como maio, por exemplo, o famoso Mês das Noivas, em que todos os serviços encarecem um pouquinho.

A mesma regra vale para o dia da semana: os finais de semana e vésperas de feriados são bastante procurados e acabam agregando valor no final da conta. Prefira escolher sua data em dias comerciais para diminuir custos. “Existem locais de eventos que praticam preços diferenciados para dias de semana, sendo às vezes até 25% mais barato”, ressalta Ana Paula.

O horário da cerimônia também influencia bastante no tipo de festa que será realizado. Casamentos que se dão pela manhã ou no meio da tarde costumam ser bem mais em conta do que eventos à noite. Isso porque o tipo e a quantidade de bebidas e comidas oferecidas na festa diferenciam bastante.

Pela manhã ou no início da tarde, é possível servir um brunch com frutas frescas, pães, queijos, bolos e sucos. Já durante a noite, é fundamental receber seus convidados com um belo jantar com carnes, massas e saladas, acompanhado de vinho ou espumante – o que acaba pesando no bolso dos noivos.

Igreja

Fonte: Thinkstock

Quem optar por fazer uma cerimônia religiosa precisa saber que os valores cobrados pela igreja podem variar bastante. Em geral, espaços tradicionais e mais conhecidos cobram taxas maiores. Para economizar, procure as igrejas e paróquias em bairros mais afastados. Muitas vezes, o tamanho reduzido tem seu charme e cabe muito bem na proposta da celebração.

Na hora de definir a decoração, avalie se realmente vale a pena. Algumas igrejas possuem elementos tão bonitos que é perfeitamente possível dispensar velas, flores e outros artigos. Se você fizer questão, aposte na simplicidade. Arranjos pequenos e discretos colocados alternadamente entre os bancos são suficientes para dar um toque de sofisticação ao espaço.

Ainda, na hora de usar flores, Ana Paula Lopes recomenda sempre aquelas que são da estação, pois são mais fáceis de encontrar e seu custo é bem menor. Para compor os enfeites também é possível utilizar diferentes folhagens e um número menor de flores – essa alternativa fica igualmente bonita e é mais barata.

Lembre-se de que existe uma grande chance de que no mesmo dia do seu casamento ocorram outros eventos. Sendo assim, busque dividir com a noiva que se casará antes ou depois os custos com a decoração da igreja.

Faça Você Mesma – as noivinhas que tiverem habilidades com a costura podem abusar dos tecidos para decorar os bancos da igreja. Laços bonitos e vistosos podem substituir ou reduzir o número de arranjos florais e, assim, cortar custos.

Salão

Fonte: Thinkstock

Depois de definir o número de convidados, você já sabe qual é o espaço necessário para acomodar todos os seus amigos e parentes confortavelmente. Ao visitar os estabelecimentos que podem abrigar seu casamento, prefira aqueles que, mesmo sem uma decoração requintada, já sejam bonitos e agradáveis. Isso significa que o local dispensa o uso de muitos elementos, o que representará uma economia para o seu bolso.

A dica da cerimonialista para economizar aqui é celebrar a cerimônia civil e religiosa no mesmo local da recepção. Assim, os noivos diminuem os gastos principalmente com deslocamento e decoração. Mais uma vez, prefira flores da estação para montar os arranjos e abuse da variedade de folhagens. Outra ótima opção é substituir as flores por plantas ou ervas aromáticas, como maços de trigo, lavanda etc. para os arranjos de mesa.

Faça Você Mesma – siga o exemplo das noivas atendidas por Ana Paula e procure confeccionar porta-guardanapos, sousplas, arranjos de centro, enfeites com velas, vasos de flores e tudo o mais que possa enriquecer a decoração do seu casamento.

Convites

Fonte: Thinkstock

Os convites são importantes, mas mesmo assim, uma boa parte do valor reservada a eles pode ser poupada. A cerimonialista Ana Paula Lopes recomenda que os noivos deem preferência para papéis nacionais e tamanhos menores, que representam um custo mais baixo.

É importante lembrar que dificilmente os convidados guardarão o convite do seu casamento por muito tempo, então, prefira investir dinheiro em outros serviços do casamento, que durarão mesmo depois da festa. Sendo assim, escolha convites simples, dispensando laços, brilhos e quaisquer outros enfeites que sejam desnecessários.

Outra alternativa simples e econômica é solicitar os serviços de um designer para criar a arte do convite que vocês desejam. Assim que o projeto for aprovado, a imagem pode ser enviada por email para os convidados na forma de um convite digital. Reserve as versões impressas apenas para amigos e parentes que moram longe.

Faça Você Mesma – mãos à obra na hora de confeccionar seus convites. Escolha fitas, tecidos e papéis que combinem com a decoração da festa. Use tesouras e furadores especiais para decorar as folhas e dar um toque especial. Se preferir, a impressão dos convites pode ser feita em casa, assim como você pode optar por se aventurar na caligrafia se achar que sua letra ficaria bonita nos envelopes.

Buffet

Fonte: Thinkstock

A alimentação é um dos maiores gastos de um casamento. Contudo, conforme explicou Ana Paula, calculando exatamente o número de convidados presentes, é possível estipular as quantidades de bebidas e alimentos que precisarão ser servidos.

Se o seu casamento acontecerá pela manhã, abuse das frutas para oferecer uma grande variedade de preparações para seus convidados. Frutas frescas, geleias, sucos e coquetéis são saborosos e não pesam no bolso.

Para um jantar, as opções mais econômicas e saborosas são massas e carnes brancas. Já os frutos do mar e cortes de carnes vermelhas nobres, como mignon, por exemplo, podem representar um alto gasto. Na hora de escolher os pratos que serão servidos, leve em consideração a regra usada para as flores da decoração e escolha ingredientes que sejam da estação. Quanto mais difícil de encontrar certos ingredientes, mais caro será o prato.

Quando chegar às sobremesas, economize servindo apenas o bolo. Encomende uma quantidade maior do doce para que todos possam provar um pedacinho. Assim, você não precisa servir outros docinhos, mas certifique-se de que haverá bolo suficiente para todos os convidados.

Faça Você Mesma – preparamos um artigo especial sobre brunches. Aqui você encontra dicas dos pratos que podem ser servidos, além de receitas simples que você mesma pode preparar. Vale a pena conferir!

Trajes

Fonte: Thinkstock

Não há como negar que o vestido da noiva é uma atração à parte quando se fala em casamento. O sonho de entrar na igreja vestindo branco, véu e grinalda acompanha muitas mulheres e, por esse motivo, vale a pena ser realizado no grande dia.

Mas todos sabem que o preço a pagar por um vestido dos sonhos pode ser astronômico. Nesse caso, uma ótima saída é optar pelo primeiro aluguel de um vestido – uma alternativa em conta e muito vantajosa, pois representa um custo bem mais baixo. Se, mesmo assim, o orçamento reservado para o vestido não puder cobrir o primeiro aluguel, a noiva pode procurar por vestidos igualmente bonitos que estejam disponíveis para serem alugados pela segunda vez.

Quanto aos outros trajes – dos noivos, pajens e daminhas –, é possível conseguir melhores descontos se forem todos alugados na mesma loja.

Faça Você Mesma – existe uma série de elementos que você pode confeccionar para incrementar o seu visual e o do noivo. Até mesmo os padrinhos e madrinhas podem entrar na dança e ganhar enfeites de lapela ou de cabelo que sejam customizados por você. Use suas habilidades para criar casquetes, fascinators, gravatas-borboletas, flores de tecido e tudo o mais que puder deixar o seu casamento mais bonito.

Música

Fonte: Thinkstock

Não tem como curtir uma festa sem música, não é mesmo? Porém, aquelas superbandas que animam os casamentos por horas têm um alto custo por contarem com muitos músicos e equipamentos. Se você faz questão de ter alguém para animar a sua festa, a opção mais econômica é contratar os serviços de um DJ, que é um único profissional que faz uso de poucos equipamentos.

Mas não se deixe enganar: se você pensa em fazer uma verdadeira pista de dança no meio do seu evento, o aluguel de uma pista de LED e canhões de luzes especiais vai encarecer bastante a atração musical do seu casamento.

Para a igreja, um ou dois músicos que toquem instrumentos que sejam da preferência dos noivos fazem bonito e representam uma orquestra completa.

Faça Você Mesma – música mecânica pode animar igualmente o ambiente sem representar nenhum gasto. Tudo o que você precisará é tempo para fazer uma grande seleção de músicas para tocar durante a recepção. Depois basta colocar sua playlist em um pendrive ou gravar alguns CDs e, pronto! A melhor parte é poder escolher canções que cheias de significado que tenham embalado momentos especiais ao lado do seu amor.

Lembrancinhas

Fonte: Thinkstock

As lembrancinhas permitem uma infinidade de opções que chega até a confundir os noivos. Em geral, o presente que os convidados levam para casa traz uma foto ou algum símbolo que os faça se lembrar diretamente dos noivos.

Brindes personalizados são bem aceitos. Oferecer chinelos e sapatilhas para os convidados aproveitarem a festa com mais conforto também está em alta, e esses itens podem ser levados como uma lembrança do casamento também. Vasinhos de plantas ainda são uma opção delicada e duradoura.

Outra alternativa econômica é oferecer os próprios bem-casados como lembrancinhas. Assim, basta caprichar na embalagem e deixar um pacotinho no lugar de cada convidado à mesa. Dessa maneira, você demonstra carinho com cada um de seus amigos e familiares.

Faça Você Mesma – as noivas prendadas podem soltar a imaginação para criar os mais diferentes tipos de lembrancinhas. Quem trabalha com biscuit, EVA, bordados, crochê, tricô, costura e outras atividades manuais pode aproveitar esses dons para fazer suas lembrancinhas. Se você não for tão habilidosa assim, compre as lembrancinhas que deseja e providencie embalagens delicadas com saquinhos de tecidos, papéis coloridos, caixinhas fofas etc.

Fotografia

Fonte: ThinkstockDepois que a festa chegar ao fim, as lembranças de um dos dias mais especiais da vida de um casal restarão apenas na memória dos pombinhos e dos convidados. Na tentativa de fazer com que esse dia seja eternizado, é comum contratar serviços de filmagem e fotografia.

Seja em forma de vídeos ou fotos, pesquise bastante até encontrar com um profissional que tenha um olhar que agrade aos noivos. Nesse tipo de serviço é mais difícil fazer uma economia significativa, mas certamente muita pesquisa e vários orçamentos diferentes permitirão que você faça a melhor escolha.

“Todos os serviços precisam ter qualidade para realizar o sonho do casamento, mas um serviço em que não vale a pena economizar seriam aqueles que ficarão posteriormente, como a fotografia e filmagem. Sempre oriento meus clientes a analisarem o olhar fotográfico do profissional, pois é isso que você compra, a visão artística, o dom de eternizar a emoção do momento em um clique. Escolher profissionais que deem exclusividade ao seu evento demanda um pouquinho a mais no orçamento, mas valerá muito a pena, já que o casamento é um momento único e deve ser tratado com muito carinho e paixão, pois não permite erros”, complemente Ana Paula.

Faça Você Mesma – com a popularidade das câmeras digitais, você pode economizar bastante com os registros do seu casamento. Peça para que seus convidados levem suas próprias câmeras e tirem muitas fotos. Depois reúna todas elas e monte um álbum com os melhores momentos da festa do ponto de vista de seus amigos e familiares. No entanto, tenha em mente que a qualidade das fotos não será excelente e que a ajudinha de seus convidados não substituiu o trabalho de um profissional, mas permite que você contrate apenas um fotógrafo e, assim, diminua custos.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: