7 coisas que você deveria parar imediatamente de fazer ao pegar um táxi
79
Compartilhamentos

7 coisas que você deveria parar imediatamente de fazer ao pegar um táxi

Último Vídeo

O serviço de táxi nas grandes cidades está precisando se adaptar com a chegada do Uber, que atualmente está em cinco capitais brasileiras – São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Maceió e Brasília. Essa concorrência tem feito muitos motoristas buscarem alternativas para melhorar o atendimento ao cliente.

Porém, assim como os taxistas precisam se adaptar, os próprios passageiro precisam mudar alguns hábitos que são reproduzidos há anos. Em entrevista ao site CityLab, o taxista Emir Ayed enumera algumas das atitudes mais desagradáveis dos passageiros – e, convenhamos, ele está certo em tudo.

Por isso, anote 7 comportamentos que você deveria parar de ter dentro de um táxi:

1. Tratar o motorista como teu escravo

Apesar de ser uma relação efêmera, de poucos quilômetros ou poucos minutos, muita gente trata os taxistas com muito desprezo e arrogância. Encará-lo como um servo ao seu dispor é uma das piores coisas que você pode fazer. O que você acha de dar “bom dia”, por exemplo?

2. Pagar por corridas curtas

O que paga o trabalho de um taxista são as corridas mais longas. Mesmo assim, algumas pessoas o contratam para distâncias curtíssimas, fazendo o motorista voltar ao fim da fila se por acaso ele trabalhar em algum ponto com bastante concorrência. Se a distância a ser percorrida é tão curta, o que acha de caminhar na próxima vez?

3. Ser papagaio de pirata

Você já imaginou alguém buzinando em seu ouvido o que você deve ou não fazer no seu trabalho? É assim que muitos taxistas se sentem. A função deles é saber o melhor caminho para chegar ao seu destino. Porém, se você está acostumado com alguma rota ou quer mudar a direção, você pode solicitar isso cordialmente.

4. Solicitar absurdos

“Corre, por favor, porque estou atrasadíssimo!” Você já pediu isso a algum taxista? Então você deveria saber que o problema de você estar atrasado é apenas seu, e não do motorista. Pedir para ele ultrapassar os limites de velocidade ou ordenar que ele se arrisque em manobras ousadas é extremamente deselegante. Que tal tentar se programar com antecedência e sair mais cedo da próxima vez?

5. Ultrapassar os limites da pegação

O taxista no fim da balada sabe quando o casal acabou de se conhecer, mas é bom maneirar nos beijos, não acha? Afinal, o motorista está a meio metro de distância e não é obrigado a ouvir certos tipos de barulhos ou sentir determinados movimentos. Muito em breve vocês vão chegar ao destino e poderão fazer o que quiser entre quatro paredes – só respeitem o profissional que os leva até lá.

6. Comer dentro do carro

A gente sabe que a vida é muito corrida e às vezes não rola tempo para uma alimentação correta. Muitas vezes você vai fazer apenas um lanchinho e nem se importa que seja dentro do táxi. Mas o motorista se importa! Já viu a quantidade de farelos que você deixa? Ou até mesmo o cheiro? Tente se alimentar antes ou depois da corrida – ou pelo menos tenha a educação de perguntar ao taxista se ele não se incomoda de você comer dentro do carro dele. E não deixe nenhuma sujeira, hein?

7. Pegar o táxi caindo de bêbado

A regra é clara: se beber, não dirija! As campanhas incentivam a evitar a direção depois de uma bebedeira, falando para você pegar táxi. Obviamente você deve continuar fazendo isso, afinal todo mundo merece passar um pouquinho do ponto de vez em quando. Mas tenha noção para não dormir nem vomitar dentro do carro do taxista!

***

Se você estava acostumado a fazer qualquer uma dessas coisas, está na hora de repensar suas atitudes, não é mesmo? Não adianta nada reclamar do serviço dos taxistas se você próprio é um péssimo passageiro. Pense nisso!

Você sabe se comportar dentro de um táxio? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.