Por que é que sentimos quando uma pessoa olha para a gente?
2.620
Compartilhamentos

Por que é que sentimos quando uma pessoa olha para a gente?

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

Já aconteceu com você de, de repente, ter aquela sensação estranha, olhar para o lado e flagrar alguém te observando? De onde será que vem esse sentimento? Seria o “sexto sentido” em ação, pura intuição ou, quem sabe, o poder da premonição? Na verdade, segundo Laura Moss, do portal Mother Nature Network, perceber quando alguém está olhando para nós não tem nada de paranormal, e o responsável por esse fenômeno é o cérebro.

Segundo Laura, o nosso cérebro está programado para registrar “pistas” presentes no ambiente e nos alertar caso alguém esteja olhando para nós. Isso faz parte do nosso instinto de sobrevivência e, conforme explicou, muitos mamíferos contam com um sistema parecido, que os avisa quando outro animal — um potencial predador — está por perto e à espreita.

Sistema de detecção

No caso dos seres humanos, o sistema de detecção de risco é bem eficaz, principalmente à distância, o que significa que nós conseguimos identificar facilmente quando alguém está nos olhando — especialmente se esse alguém estiver olhando diretamente para a gente. No entanto, embora seja uma resposta natural, não pense que se trata de ação simples, pois, para julgar se estamos sendo observados ou não, o cérebro deve processar um bocado de informações.

Estudos revelaram que a simples posição do corpo ou da cabeça dos “observadores” pode despertar o nosso sistema de detecção, e se essa pessoa estiver voltada para o nosso lado, é bem fácil deduzir onde o foco de sua atenção se encontra.

Além disso, a detecção se torna ainda mais simples se a cabeça do observador estiver apontada para a nossa direção e o corpo para outra, já que basta olhar para os olhos do sujeito para determinar para onde ele está olhando. Nesse sentido, os humanos têm vantagem sobre muitos animais, já que as pupilas e as íris se destacam da esclera — a parte branca do olho —, permitindo que possamos identificar o foco da atenção dos outros.

Aliás, segundo Laura, um dos motivos de os humanos terem desenvolvido escleras maiores é o fato de a nossa sobrevivência depender grandemente da interação com outros membros do grupo — e o contraste entre o branco dos olhos e a pupila/íris facilita o contato visual. Voltando ao sistema de detecção de risco, o cérebro também se apoia nas informações registradas pela nossa visão periférica para avaliar uma situação de perigo.

Instinto de sobrevivência

De acordo com Laura, os seres humanos evoluíram para perceber quando estão sendo observados porque cada olhar vindo de outra pessoa representa um risco em potencial. Afinal, um olhar direto pode ser interpretado como indício de dominação ou de ameaça, portanto ser capaz de identificar sinais de perigo é vital para a nossa preservação.

Um experimento revelou que quando não conseguimos determinar a direção para a qual uma pessoa está olhando — por ela estar de óculos escuros ou por se encontrar em um local com pouca visibilidade —, geralmente sentimos que estamos sendo observados. Isso ocorre porque, na falta de informações, o cérebro assume que o sujeito está olhando para a gente, pois, na dúvida, estar alerta pode ser a melhor estratégia para escapar de um ataque.

Você já escapou de situações de perigo graças ao seu “sexto sentido”? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.