Simulador de parto já existe e está sendo testado em alguns países
17
Compartilhamentos

Simulador de parto já existe e está sendo testado em alguns países

Último Vídeo

Essa pode parecer mais uma daquelas geringonças vindas direito de um filme futurista. Mas não se deixe enganar pelo aspecto esquisito desse todas essas peças – o simulador de parto já é realidade e está sendo testado por parteiras em países subdesenvolvidos.

Desenvolvido pela Laerdal Global Health, o “Mama Natalie Birthing Simulator” faz parte da linha “The Natalie Collection” e deve ser utilizado para treinar mães e profissionais para a chegada dos bebês e, assim, diminuir as taxas de mortalidade de crianças e gestantes.

A empresa norueguesa acredita que o kit – que foi criado de maneira a ter um preço acessível – pode ajudar a salvar vidas e evitar os riscos relacionados ao nascimento que costumam acometer mães e filhos em países emergentes.

Fonte da imagem: Reprodução/Laerdal

O conceito

O produto vem com um simulador de nascimento, um aparelho de sucção e um protótipo de bebê que são usados para ensinar os interessados através de aulas práticas. O conceito buscou combinar design industrial e educação para tentar combater números alarmantes: diariamente, 3 mil bebês morrem por asfixia juntamente com 1 mil mães logo após o parto.

De acordo com o jornal britânico The Daily Mail, o dispositivo foi desenvolvido para que seja vestido e simule o útero feminino, mesmo que de maneira abstrata. Os designers teriam se comprometido mais em desenvolver todas as características mais relevantes acerca do parto do que em criar peças esteticamente realistas.

Por esse motivo, os kits também vêm com sangue artificial que pode ser utilizado para simular uma hemorragia pós-parto, que é outra causa comum de morte entre as mulheres. O aparelho de sucção foi criado para que as parteiras possam desobstruir as vias aéreas dos bebês e diminuir eventuais dificuldades na respiração. E p protótipo do bebê ainda apresenta respiração e batimentos cardíacos para que os estudantes também possam acompanhar as primeiras ações vitais do bebê após o parto.

A aplicação

Os primeiros partos realizados com profissionais que foram treinados com o Mama Natalie Birthing Simulator já mostraram uma melhora considerável. Na Tanzânia, foi possível notar uma diminuição em 47% das mortes de recém-nascidos por asfixia.

Katinka Von Der Lippe, uma das envolvidas no projeto, acredita que essa é uma maneira prática e com baixo custo para permitir que os interessados estejam preparados para um dos momentos mais importantes e críticos da vida – o nascimento de um bebê. A empresa responsável também acredita que essa é uma maneira de tornar o processo mais lúdico e envolvente para parteiras e assistentes.

“Como a Natalie Collection é baseada no envolvimento prático, as barreiras de linguagem têm pouco impacto no processo de aprendizado”, explica Katinka.

De acordo com o portal Design Boom, o produto ganhou o prêmio INDEX:award por oferecer uma solução de baixo custo para um desafio que está no foco da comunidade global.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.