Você sabe por que as orelhas dos lutadores ficam deformadas?
573
Compartilhamentos

Você sabe por que as orelhas dos lutadores ficam deformadas?

Último Vídeo

Você certamente já deve ter percebido que as orelhas dos lutadores de algumas modalidades, com o tempo, vão ficando deformadas. Mas você sabe por que é que isso acontece? Não pense que elas ficam com esse aspecto estranho por que os atletas vão levando mordiscos dos outros!

De acordo com o pessoal do Terra, conforme explicam os especialistas, o que causa o problema é uma condição chamada pericondrite, que consiste em uma infecção do tecido conjuntivo que envolve a cartilagem das orelhas. Esse tecido fica entre a pele e a cartilagem, sendo o responsável pela vascularização e nutrição da área.

Couve-flor

A pericondrite é provocada pelo trauma constante das lutas, ou seja, pelos atritos e esmagaduras sofridos durante os treinos e combates. A infecção pode levar à falta de vascularização nas orelhas que, por sua vez, pode provocar a morte do tecido. Essa necrose provoca uma forte reação fibrosa, resultando na formação de nova cartilagem para preencher o espaço lesionado.

Fonte da imagem: Reprodução/Sher Dog

O aspecto de “couve-flor” das orelhas é provocado pela repetição desse processo de formação de nova cartilagem. Além disso, ele normalmente costuma aparecer depois de um ano de treinamentos diários e, apesar de qualquer modalidade que seja praticada com frequência poder resultar no problema, a mais “castigadora” delas é o jiu-jitsu.

Fonte da imagem: Reprodução/Playwell Martial Arts

Por sorte, embora a pericondrite seja dolorosa e deixe as orelhas mais susceptíveis a infecções, ela não guarda relação com a perda auditiva. A infecção só causa mesmo aquela — feia —alteração na aparência. Segundo os especialistas, o uso dos protetores pode evitar o problema quase que completamente, mas para aqueles que não conseguem se adaptar ao acessório, a dica é drenar todo o sangue acumulado na região o quanto antes depois das lutas.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.