(Fonte da imagem: ThinkStock)

Todo mundo já passou pela seguinte situação: você enche uma xícara de café e precisa se locomover para algum lugar. Só que a bebida está quentinha e você quer continuar tomando ela. Resolve ir até o destino carregando a xícara, e mesmo sem fazer movimentos bruscos, vê parte do líquido simplesmente cair do recipiente, deixando você muitas vezes molhado ou com cara de cachorro abandonado. Agora existe uma explicação do porquê isso acontece e, acredite, você não é totalmente culpado pelo acidente.

Cientistas da Universidade da Califórnia, em Santa Barbara, foram atrás do motivo pelo qual as pessoas derramam seus cafés. O estudo colocou várias pessoas andando em linha reta, nas mais diversas velocidades, enquanto carregavam xícaras cheias. Uma câmera gravou toda a comoção, enquanto um sensor captava os movimentos do líquido dentro do recipiente e o momento exato em que ele era derramado.

Foi descoberto que a movimentação do café dentro de xícaras comuns tem uma frequência parecida com a do movimento normal da perna de uma pessoa. Essa movimentação se torna constante conforme a pessoa anda, fazendo com que seja quase inevitável o derramamento do líquido. Leves irregularidades no andar das pessoas também aumentam a probabilidade do café ser jogado para fora da xícara.

Um jeito de evitar que isso aconteça é utilizar uma xícara mais estreita, mas que para comportar a mesma quantidade da bebiba, precisaria ser muito alta. Uma alternativa é simplesmente colocar menos café na xícara. De qualquer maneira, agora você pode culpar a natureza cada vez que manchar uma camisa com líquido esparramado.

Fontes: Gizmodo, Science