Quão importante é lavar uma roupa nova antes de usá-la pela primeira vez?
638
Compartilhamentos

Quão importante é lavar uma roupa nova antes de usá-la pela primeira vez?

Último Vídeo

É provável que sua mãe tenha te dito que é preciso lavar todas as suas roupas novas antes de utilizá-las pela primeira vez. Mesmo assim, por vezes a falta de opções ou a vontade de experimentar algo diferente acabam vencendo e nós paramos para perguntar o quão importante é fazer seus trajes passarem pela máquina de lavar antes de vesti-los.

Segundo um professor de dermatologia da Universidade de Columbia, a resposta mais direta é que isso é essencial para qualquer pessoa que não quiser correr o risco de ficar com manchas vermelhas e coceiras. Por conta de leis que variam de um país para o outro, o nível permitido de substâncias químicas em cada tecido acaba mudando conforme a origem e o tipo de material usado, o que pode resultar em roupas com elementos capazes de irritar sua pele.

De acordo com Donald Belsito, do Centro Médico da Universidade de Columbia, em Nova York, muitas vezes o mais seguro é lavar uma roupa nova mais de uma vez antes de usá-la. Muitos tecidos sintéticos ganham suas cores de tinturas de azo-anilina, que pode causar uma relação severa de pele caso você seja alérgico ao material – ou até um incômodo mais suave em pessoas sem esse problema.

Segundo o especialista, muitas vezes os resíduos de tinta só são removidos após várias lavagens, o que facilita o surgimento de manchas vermelhas e coceira “especialmente perto de área onde há fricção ou suor, como cintura, pescoço, coxas e ao redor das axilas”. Caso você esteja entre os casos de alergias mais sérias, talvez seja uma boa ideia evitar totalmente o material, já que ele pode resistir mesmo após múltiplas passagens pela água.

Mais riscos

Outra substância causadora de irritação é a resina de formaldeído, que é utilizada para impedir que as roupas amassem e pode causar dois tipos de eczemas com manchas vermelhas, coceiras e pele que cai. Além disso, é preciso ressaltar que não é possível saber quem andou experimentando sua nova vestimenta enquanto ela estava na loja, nem se essa pessoa era portadora de algum tipo de doença ou parasita transmissível.

“Eu já vi casos de piolhos que possivelmente passaram de uma pessoa para outra por meio de roupas experimentadas em lojas. E há certas doenças infecciosas que podem ser transmitidas pelas roupas”, afirma Belsito. Segundo o especialista, o melhor a se fazer no quesito higiene é lavar as peças novas ao menos uma vez com enxague duplo antes de usá-las, independentemente do tipo de tecido.

*Publicado em 2/1/2017

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.