Como a ressaca nos ajudou a ter dois dias livres na semana
192
Compartilhamentos

Como a ressaca nos ajudou a ter dois dias livres na semana

Último Vídeo

Hoje é segunda-feira e você já sente saudades do seu fim de semana? Se você é daqueles que aproveita o sábado para festar e o domingo para se recuperar, saiba que nem sempre foi assim: se agora conseguimos planejar nosso fim de semana e separar a diversão e o descanso em dois dias, nossos antepassados tinham que agrupar tudo em 24 horas!

Se você pudesse entrar em um Delorean e voltar no tempo, veria que a estrutura de semana – com cinco dias úteis e dois de folga – não existia. Claro, não é algo que mudou do dia para a noite, pois envolve costumes religiosos, práticas trabalhistas e, obviamente, o próprio lazer.

A segunda-feira era um drama

A Inglaterra pode ser uma das principais responsáveis pela nossa alegria. Durante a Revolução Industrial, os dois dias de descanso foram uma forma de lidar com os empregados de ressaca. Na época, muitos funcionários chegavam “cambaleando” no trabalho na segunda de manhã – isso quando não faltavam. Por isso, os patrões resolveram liberar meio período de sábado, dando tempo para que os apreciadores do álcool pudessem aproveitá-lo e ainda terem outras 24 horas para curar a ressaca.

Mesmo que a princípio a Igreja não tenha visto com bons olhos esse costume, várias fábricas e lojas passaram a liberar os funcionários no sábado, deixando mais tempo livre para outras atividades, como noites de dança.

Agora não tem desculpa para chegar no trabalho com essa cara

Assim, o costume se tornou uma tradição seguida por várias negociações trabalhistas posteriores e passou de um dia e meio de folga para dois.

Um brinde aos bêbados!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.