Você sabe quanto dinheiro o Capitão América 'custaria' se fosse real?
202
Compartilhamentos

Você sabe quanto dinheiro o Capitão América 'custaria' se fosse real?

Último Vídeo

Como você sabe, o novo filme do Capitão América — “Capitão América 2: O Soldado Invernal” — está com estreia marcada para o começo de abril. E como de costume já começam a circular as matérias comparando a ficção com a realidade, respondendo perguntas sobre como seria o soco de determinado super-herói se fosse real ou quanto custaria reconstruir as cidades destruídas nos longas se tudo acontecesse de verdade, por exemplo.

No caso que você vai conferir logo mais, trata-se de um vídeo postado pelo canal Hot News Trailers do YouTube, no qual eles colocam na ponta do lápis os custos de armaduras, armas secretas, engenhocas e veículos que o Capitão América usa para combater o crime. Se você acha que essa conta não vai sair nem um pouco barata... Confira:

Você pode ativar as legendas em português no menu do vídeo ou conferir a descrição completa do conteúdo logo abaixo.

Os cálculos foram feitos com base em informações presentes nos quadrinhos do herói e convertidos considerando situações reais.

Estimativas

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Conforme o pessoal do Hot News Trailers explica no vídeo, o salário dos capitães — solteiros e sem filhos — do Exército dos EUA durante a Segunda Guerra Mundial era de US$ 2.400 (cerca de R$ 5.500) por ano. Como o Capitão América lutou por dois anos nessa guerra, ele deve ter recebido US$ 4.800 (perto de R$11.100) pela sua participação.

Depois disso, Steve Rogers — o Capitão América — permaneceu congelado por quase 70 anos e, assumindo que ele tenha deixado seus salários como soldado rendendo em uma poupança (com rendimentos de 0,3% ao mês), de 1944 a 2014, ele teria acumulado US$ 6.009,60 (perto de R$ 14 mil). A turminha do Hot News Trailers também comentou que a Segunda Guerra Mundial foi um evento muito caro, e custou aos EUA mais de US$ 300 bilhões.

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Para ajudar a custear a guerra, o Governo dos EUA lançou uma série de certificados que podiam ser adquiridos pelos cidadãos. Cada certificado tinha um valor diferente, e hoje em dia eles valem, em média, 3,6 vezes mais do que antigamente. Considerando que Steve Rogers contava com aproximadamente US$ 1 mil (pouco mais de R$2.300) em certificados — que era a quantia típica na época — então, hoje ele teria acumulado US$ 3.600 (cerca de R$ 8,3 mil).

Custos indiretos

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

O Hot News Trailers também levou em consideração a participação do indispensável Dr. Abraham Erskine. Foi ele quem desenvolveu o famoso soro usado na criação dos supersoldados e, assumindo que o cientista era tão inteligente como Albert Einstein, então seu salário também deveria ser equivalente ao do gênio. Portanto, se em 1933, o físico recebia de Princeton US$ 10 mil anualmente, Dr. Erskine devia custar o mesmo à S.H.I.E.L.D.

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Entretanto, não podemos nos esquecer de Howard Stark, que trabalhou no mesmo projeto e, portanto, também deveria ter uma folha de pagamento semelhante, ou seja, US$ 10 mil por ano. Além disso, temos que considerar outros US$ 10 mil em equipamentos de laboratório, assim como o custo de manter esse espaço, os salários de técnicos e assistentes, e os gastos com pesquisas, ou seja, mais US$ 30 mil na conta.

Uniformes e acessórios

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

O escudo do Capitão América é o seu acessório mais característico. Feito de vibranium — um metal fictício indestrutível capaz de absorver qualquer vibração do Universo —, esse material era proveniente de uma nação africana chamada Wakanda, e cada grama dele custava US$ 10 mil. Assim, se o escudo pesava 5,44 quilos, isso significa que seu valor pode ser estimado em US$ 54,4 milhões (quase R$ 126 milhões).

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Agora vamos aos modelitos vestidos pelo herói. Compostos por um par de luvas estimado em US$ 20, um capacete de US$ 100, um uniforme avaliado em US$ 1 mil, botas valendo US$ 100 e cinto de US$ 20, nos três filmes nos quais apareceu, o Capitão América usou um conjunto diferente. Sendo assim, o pessoal do Hot News Trailers calculou o custo dos três uniformes completos em US$ 3.720 (pouco mais de R$ 8.600).

Mais números

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Outro item que entrou na conta foi a arma do personagem, para a qual foi considerado o revolver padrão usado pelos militares norte-americanos: um Sig Sauer P226 que custa US$ 900. Além disso, o Capitão América foi contratado pela S.H.I.E.L.D. como agente especial, e profissionais com atribuições semelhantes recebem do governo dos EUA salários entre US$ 44 mil e US$ 100 mil ao ano.

Como o herói é o melhor dos melhores, então podemos assumir que ele receberia o salário mais alto, equivalente a mais de R$ 230 mil por ano. Outro fator contabilizado foi a fortuna que Steve Rogers gastaria no supermercado! O metabolismo do Capitão América queima quatro vezes mais calorias do que o de um homem comum, ou seja, isso significa que ele também consumiria quatro vezes mais alimentos.

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Considerando que um norte-americano adulto gasta US$ 6.443 ao ano no supermercado, então, Steve Rogers gastaria US$ 25.772 (quase R$ 60 mil) anualmente em alimentos. E a motinho que o herói pilota então? Uma Harley-Davidson 750 que, nos EUA, custa US$ 7.500 (aproximadamente R$ 17.400). Para finalizar a lista de gastos, o Hot News Trailers calculou o custo dos sacos de areia que o Capitão América enche de socos quando treina: US$ 600 (R$ 1.400).

Fonte da imagem: Reprodução/Hot News Trailers

Somando tudo isso que o Hot News Trailers considerou para a estimativa de custos — reajustada de acordo com o índice de inflação norte-americano —, eles chegaram a um total de US$ 54.977.922,05 ou o equivalente a mais de R$ 127,2 milhões. E você, leitor, imaginava que fosse tanto? Aliás, você pensava que fosse mais? Conte para a gente nos comentários!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.