Paleontólogos, decidam-se! Os T-rex eram cobertos de escamas, e não penas
472
Compartilhamentos

Paleontólogos, decidam-se! Os T-rex eram cobertos de escamas, e não penas

Último Vídeo

A maioria das recriações que existem por aí dos tiranossauros mostram esses imensos animais como criaturas assustadoras — e ligeiramente esquisitas, com aqueles braços curtinhos —, de dentes enormes e com o corpo escamoso. Inclusive nos filmes, especialmente em “Jurassic Park: O Parque dos Dinossauros”, os bichões foram retratados dessa forma.

No entanto, considerando que muitas espécies de dinossauros — incluindo alguns ancestrais e “primos” próximos dos T-rex, bem como seus descendentes atuais, as aves — tinham os corpos cobertos de penas, os cientistas deduziram que os tiranossauros também deveriam ser criaturas emplumadas. A ideia, aliás, se tornou tão difundida e aceita que muitas das representações desses animais foram atualizadas e passaram a mostrá-los como carnívoros cheios de penas. Veja:

Emplumados (Deviant Art/arvalis)

Entretanto...

Apaga tudo!

De acordo com Ben Guarino, do The Washington Post, segundo um novo estudo, apresentado por paleontólogos da Universidade da Nova Inglaterra, na Austrália, os tiranossauros não tinham os corpos cobertos de penas coisa nenhuma, mas sim contavam com que aquela pele escamosa a que estamos acostumados por aí. Isso significa que Spielberg retratou os lagartões de maneira relativamente correta!

Segundo Ben, não foi muito fácil realizar o estudo sobre a pele dos tiranossauros, uma vez que eles estão extintos há cerca de 65 milhões de anos, e os cientistas do passado destruíram diversos exemplares fossilizados ao resgatar os ossos dos lagartões. Mas os paleontólogos australianos examinaram amostras de pele de tiranossauros, assim como de quatro de seus parentes — o albertossauro, o daspletossauro, o tarbossauro e o gorgossauro.

Pele de T-rex (Peter Larson/Bell et al. Biol. Lett.)

Mais precisamente, os pesquisadores analisaram exemplares da cauda, pescoço, abdome, pelve e peito dos dinossauros e não encontraram nenhum vestígio sequer de penas. Sendo assim, os paleontólogos acreditam que, se esses animais tivessem plumas, elas se restringiriam apenas às costas, percorrendo a longitude das colunas dos répteis.

Sobre a razão de os tiranossauros não terem penas — enquanto muitos de seus parentes tinham —, os cientistas argumentam que uma possível explicação seriam as dimensões dos lagartões. Animais de grande porte têm problemas em dissipar o excesso de calor de seus corpos, e os T-rex eram aproximadamente do tamanho de um ônibus. Assim, ter os corpos cobertos de plumas só faria sentido se eles vivessem em lugares bem frios, o que não era o caso.

Mais ou menos assim

Os paleontólogos também destacaram que, embora muitos terópodas — dinossauros bípedes, como era o caso dos tiranossauros — realmente tivessem seus corpos cobertos por penas, a maioria dos dinos tinha pele escamosa, semelhante à dos répteis atuais.

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.