Transplante de pênis chegará às Américas em 2016
447
Compartilhamentos

Transplante de pênis chegará às Américas em 2016

Último Vídeo

No ano passado, o primeiro transplante de pênis do mundo foi realizado na África do Sul. A estimativa era de que em dois anos o órgão implantado em um rapaz que perdeu o “original” em uma circuncisão malsucedida voltasse a funcionar normalmente. Porém, dois meses depois o cara já havia conseguido engravidar a esposa.

Em 2015, foi a vez de um escocês reencontrar um sentido para a vida após ficar 37 anos sem ter o seu “instrumento”. Quando era criança, ele ficou incapacitado depois de ser atropelado e arrastado por mais de 200 metros. A cirurgia foi feita na Inglaterra e agora ele espera, enfim, poder ter uma vida mais normal e sem traumas.

Agora a novidade vai chegar aos EUA: em 2016 o país irá realizar o primeiro transplante peniano do país. Um veterano de guerra que perdeu o seu pênis na explosão de uma bomba no Afeganistão será o primeiro norte-americano a passar pelo procedimento ainda inédito nas Américas.

Soldado que teve suas partes íntimas feridas em uma explosão no Afeganistão será o primeiro paciente norte-americano a passar pelo transplante de pênis nos EUA

Custos e beneficiários

A cirurgia será comandada pelos pesquisadores da Universidade Johns Hopkins, em Baltimore, e não terá custo algum ao paciente. Porém, caso o transplante seja um sucesso, ele poderá se tornar uma rotina no hospital universitário e terá um valor entre US$ 200 mil e US$ 400 mil – algo entre R$ 752 mil e R$ 1,5 milhão. A operação deverá durar 12 horas.

Por enquanto, porém, o tratamento será destinado apenas aos veteranos de guerra dos EUA que sofreram lesões em seus órgãos genitais enquanto defendiam o país nos conflitos em que ele está envolvido. De acordo com o Departamento de Defesa dos EUA, mais de 1,3 mil homens estão nessas condições, com dados referentes a traumas sofridos entre 2001 e 2013.

“Essas lesões geniturinárias não são coisas que ouvimos falar muitas vezes, mas são tão devastadoras quanto qualquer ferimento que nossos guerreiros sofrem”, explicou Andrew Lee, presidente da cirurgia plástica e reconstrutiva da Universidade Johns Hopkins.

***

Você teria coragem de fazer um transplante de pênis? Comente no Fórum do Mega Curioso

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.