Conheça a história do homem que não usa dinheiro para viver
78
Compartilhamentos

Conheça a história do homem que não usa dinheiro para viver

Não tem horas que você se cansa do modo como as coisas são e sente vontade de sumir? Independente de quais sejam os seus motivos, esse desejo de largar tudo é bastante comum, e é mais ou menos por aí que começa a história de Mark Boyle, um irlandês com graduação em administração de empresas.

O que fez Boyle largar tudo foi a sua insatisfação diante da obsessão contemporânea pelo dinheiro, pelo acúmulo de bens e pela ostentação de status. Isso tudo, é claro, fundamentado em uma sociedade que não é nem de perto sustentável ao ponto que deveria ser.

Vida nova

Fonte da imagem: Reprodução/Independent

Deixando o dinheiro de lado há quatro anos, Boyle passou a viver no campo, com recursos que ele mesmo provê: desde a alimentação – só come o que planta – até as tarefas mais básicas, como a de tomar banho, coisa que ele só faz em cachoeiras; e a higiene bucal, que ele mantém com artefatos feitos com ossos de animais.

Em uma palestra no programa TEDx, Boyle explica que o problema não é apenas o dinheiro, mas o que a obsessão pelo dinheiro e, consequentemente, por adquirir cada vez mais bens, causa ao meio ambiente, que tem seus recursos explorados, não ressarcidos e, ainda por cima, poluídos.

Reflexão

Fonte da imagem: Reprodução/Koreagreens

“Se todos nós tivéssemos que ser responsáveis pela água que bebemos, eu acho que a maioria de nós não faria xixi e cocô nessa água”, disse ele ao explicar que as pessoas deveriam ser conectadas com aquilo que consumem. Essa conexão evitaria o desperdício de materiais e a exploração indevida do meio-ambiente. Boyle afirma que, se tivéssemos que fazer nossa própria mobília, não trocaríamos de móveis com tanta frequência.

Ele explica também, de maneira genial, que uma das facetas do dinheiro é a busca pela independência, o que para ele é um mito. A natureza e as sociedades que habitam nela, para ele, são e sempre serão interdependentes, ou seja, um depende do outro para que haja sobrevivência. Você já tinha parado para pensar nisso?

E por que a independência é uma ilusão? Segundo Boyle, porque nós dependemos de comida e água para viver. É impossível se dizer independente se você precisa dessas duas coisas básicas.

Projetos

Fonte da imagem: Reprodução/Permaculture

A filosofia do ativista tem despertado interesse em várias partes do mundo por causa de uma página que ele mantém na internet, na qual divulga sua ideia e convida mais pessoas a pensarem como ele. O computador que usa funciona à energia solar.

Recentemente, Boyle escreveu um livro, que deverá chegar ao Brasil com o título “O homem sem grana”, onde conta sua história. O dinheiro lucrado com a venda dos livros será revertido a uma comunidade para abrigar pessoas com os mesmos ideais que ele. E aí, o que você acha das opiniões desse homem?

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.