Professor tatuado pode perder seu emprego em jardim de infância

Professor tatuado pode perder seu emprego em jardim de infância

Último Vídeo

Sylvain Helaine é um francês de 35 anos que é professor substituto em escolas de educação infantil. Mas ele também é um modelo de tatuagens com um incontável número de desenhos pelo corpo, que atende pela alcunha de "Freaky Hoody" nas redes sociais. 98% de sua pele é coberta por tinta, incluindo sua língua e seus olhos, que são totalmente pretos. 

Segundo a descrição de Sylvain no seu Instagram, ele é o homem mais tatuado da França, tendo gasto mais de 50 mil euros em sessões de tatuagem, após seu primeiro desenho, aos 27 anos. 

Algumas pessoas mais liberais — como esse redator que vos escreve — poderiam argumentar que as tatuagens não influenciam na competência do rapaz para dar aulas e o que importa é como ele atua na sala. Mas, como poderíamos imaginar, nem todo mundo pensa assim e, recentemente, alguns pais pediram para que ele não desse mais aulas aos seus filhos. As autoridades de educação regionais — Sylvain é funcionário público — o removeram das salas de aula para não receber mais reclamações.

Fonte: O Globo/Reprodução
Fonte: O Globo/Reprodução
Fonte: O Globo/Reprodução
Fonte: O Globo/Reprodução
Fonte: O Globo/Reprodução
Fonte: O Globo/Reprodução
Fonte: The Sun/Reprodução
Fonte: The Sun/Reprodução

"Ela nem estuda aqui!"

Uma das coisas mais irônicas nessa história é que Sylvain não recebeu reclamações de pais de crianças da sua classe — mas sim de pais de outras turmas que o viram pelo colégio e se sentiram desconfortáveis. 

Como diria aquele rapaz do filme Meninas Malvadas, quando uma menina aleatória surge na cena em que as pessoas estão resolvendo a treta do "Livro do Arraso", "Ela nem estuda aqui!". Ou seja, se esses pais nem têm filhos na turma de Sylvain, por que eles estão reclamando?

Fonte: Tenor
Fonte: Tenor

As crianças de sua classe gostam dele, os pais não veem problema nenhum e uma menina chegou a dizer que o rapaz tatuado é um de seus professores favoritos, à TV francesa. Na verdade, o que mais surpreende as crianças é ter um professor homem no jardim de infância, não o fato dele ser tatuado. 

"Algumas crianças ficam com medo quando elas me veem, especialmente quando são mais novas. Mas isso vai acaba rápido e, depois de alguns minutos, elas estão bem", relatou o professor tatuado ao jornal britânico The Sun. Algumas avós também estranham ver um rapaz todo tatuado brincando com as crianças, "mas assim que elas veem que eu sou um professor inteligente, elas ficam bem", completa Sylvain. 

De qualquer forma, a aparência de Sylvain/Freaky Hoody e seu papel como professor de jardim de infância criou um intenso debate não só na França, como em outros países que repercutiram a notícia. Algumas pessoas acham que a competência dele é tudo que importa e outros argumentam que uma pessoa com essa aparência não deveria ficar próximo a crianças tão pequenas. E você, o que acha?

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.