Seja o primeiro a compartilhar

5 espécies de borboleta que estão sumindo do Reino Unido

Os admiradores de borboletas no Reino Unido estão em maus lençóis. De acordo com um relatório da Butterfly Conservation, instituição de caridade britânica dedicada a salvar borboletas, cerca de 24 das 58 espécies existentes na costa da ilha estão ameaçadas de extinção.

Isso significa que cinco novas espécies entraram para a Lista Vermelha desde que a última edição dela foi compilada há 11 anos. De acordo com o estudo, os seres humanos têm destruído os habitats dessas belíssimas criaturas, o que provoca uma perda inconcebível da vida selvagem. A seguir, nós separamos uma lista com algumas das borboletas que podem desaparecer da Grã-Bretanha:

1. Madeira-Branca

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

A madeira-branca é uma pequenina e graciosa borboleta que costumava voar pela região do sul da Inglaterra e do País de Gales. Também recebe o nome de grande-branca-da-madeira por ser uma espécie em maior número na Ilha da Madeira, região autônoma de Portugal.

Agora que está em extinção no Reino Unido, ela tem sido encontrada principalmente nas Midlands — uma região no centro da Inglaterra.

2. Borboleta-cauda-de-andorinha

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Desde 2011, essa espécie de borboleta é uma que mais entrou em risco. Borboleta de notável beleza, ela exibe uma coloração amarelada com ranhuras pretas e manchas coloridas nas asas. A borboleta-cauda-de-andorinha também pode ser encontrada na Ásia e na América-do-norte.

No Reino Unido, entretanto, elas são nativas de Norfolk Broads — uma região verde perto de Londres. Nessa região, costumam se alimentar de flores.

3. Grande-charneca

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

De acordo com a Butterfly Conservation, essa é uma das espécies de borboleta que mais foi afetada pelas mudanças climáticas. Além disso, a grande-charneca não é conhecida por ser uma ótima voadora, sendo mais facilmente encontrada próxima do chão.

Em geral, borboletas que preferem viver nas regiões mais ao norte do Reino Unido, onde o clima é mais frio e úmido, estão correndo mais risco de serem extintas.

4. Adonis-azul

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Normalmente vista no sul da Inglaterra entre o mês de abril e o final de junho, a adonis-azul é uma borboleta que está altamente ameaçada de extinção. Porém, em outros países onde essa espécie prospera, elas podem ser vistas em centenas.

Enquanto as fêmeas possuem um coloração marrom chocolate, os machos têm asas azuis brilhantes — que renderam o nome da espécie. Normalmente, preferem habitats quentes e confortáveis.

5. Argus-escocês

(Fonte: Wikimedia Commons)(Fonte: Wikimedia Commons)

Como o próprio nome sugere, essa espécie é encontrada na maior parte do norte da Escócia e em áreas ocidentais no sul do país. Em outros locais da Europa, são borboletas que gostam muito de viver nas florestas de pinheiros e em locais de pastagem alta.

Segundo os pesquisadores, as mudanças climáticas têm sido responsáveis pelo declínio considerável de indivíduos da espécie. Entretanto, o argus-escocês deixou de fazer parte da lista de espécies em extinção no ano de 2011, passando a ser considerada como somente uma espécie vulnerável.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.