Seja o primeiro a compartilhar

Tabela periódica ilustrada ajuda estudantes a entenderem química

Quando estudamos Química, nem sempre conseguimos entender como aqueles elementos fazem parte do nosso dia a dia — se é que fazem. Isso faz com que muitos estudantes não tenham interesse na matéria, afinal, ela parece ser tão distante da vida comum, não é mesmo?

Acontece que, ao contrário do que se pensa, a química está presente em praticamente tudo o que consumimos. Muitos aparelhos que usamos, como os nossos celulares, só existem porque cientistas conseguiram achar utilidade para os elementos químicos da tabela periódica.

Tabela periódica ilustrada

(Fonte: Reprodução: Boeing Keith Enevoldsen)Clique aqui para ampliar a imagem. (Fonte: Boeing Keith Enevoldsen)

Para ilustrar esse conceito, muitos pesquisadores criaram suas próprias tabelas periódicas. Além das informações básicas sobre cada elemento, como o seu símbolo e número atômico, essas tabelas também contam com ilustrações que mostram onde podemos encontrar cada elemento.

O modelo de tabela desenvolvida pela Boeing Keith Enevoldsen foi criada para ajudar os alunos do ensino fundamental e médio dos EUA a entenderem todo o potencial da química na nossa vida.

Os displays de LED, por exemplo, não seriam possíveis sem o elemento gálio. Os refrigeradores não existiriam sem o telúrio, pois ele é fundamental na fabricação desses aparelhos. O iodo é um poderoso desinfetante, muito usado na medicina. O bismuto ajuda a combater incêndios e pode ser encontrado nos extintores.

Outros elementos estão associados ao desenvolvimento de tecnologias que serão cada vez mais importantes para a humanidade. O rubídio é usado como combustível espacial. Se hoje contamos com a tecnologia dos satélites na comunicação, parte do mérito é desse material.

Já o lítio deve ser alvo de disputas nos próximos anos, uma vez que ele é fundamental para o desenvolvimento das baterias elétricas. Se a indústria automobilística quiser oferecer carros elétricos em larga escala, terá que contar com a garantia de que terá acesso a esse elemento, por exemplo.

Química costuma ser dificuldade para os alunos brasileiros

(Fonte: Shutterstock)(Fonte: Shutterstock)

No ano passado, a plataforma de reforço escolar TutorMundi fez um levantamento sobre as matérias que geravam mais dúvidas entre os estudantes brasileiros que usavam o serviço.

13,6% dos entrevistados relataram dificuldades em Química. Essa disciplina ficou em terceiro lugar, atrás da Física (19,7%) e da Matemática (32,5%). As disciplinas de Humanas figuraram com percentuais bem menores. Apenas 4% dos estudantes tiveram dúvidas em História e só 2,8% em Geografia.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.