5 corridas realmente malucas que existem ao redor do mundo
82
Compartilhamentos

5 corridas realmente malucas que existem ao redor do mundo

Último Vídeo

1. Desafio Krispy Kreme

Na cidade de Raleigh, na Carolina do Norte (EUA), os estudantes da universidade local começaram uma competição pra lá de curiosa: os “atletas” saem correndo do campus da facul, correm 4 km até a loja Krispy Kreme, especializada em donuts, precisam comer 12 rosquinhas no local e voltar ao ponto de partida.

A brincadeira começou apenas entre os estudantes, em 2004, e já dois anos depois acabou aberta ao público, arrecadando US$ 800 para um hospital infantil. No ano passado, mais de 8 mil pessoas participaram e conseguiram juntar mais de US$ 195 mil em doações! A corrida de 2017 está marcada para o dia 4 de fevereiro.

2. A Corrida do Vestido Vermelho

Em 1938, uma galera se reuniu para fundar o clube Hash House Harriers, que hoje em dia tem sede em vários lugares do mundo. Todos são corredores amadores e participavam de eventos pequenos até 1987, quando a história colocou a bizarrice em ação. Nesse ano, em San Diego, uma mulher apareceu na sede do clube usando saltos e um vestido vermelho.

A galera deduziu que ela está ali só visitando um amigo – o que era verdade – e que ela não seria uma “atleta”. A mulher encarou isso como um desafio e participou de uma corrida da maneira que estava vestida. No ano seguinte, iniciou-se a Corrida do Vestido Vermelho, tendo essa mulher como musa inspiradora.

Mais de 100 corridas desse tipo acontecem anualmente em vários lugares. As próximas serão em Seattle (11 de fevereiro) e Moline (18 de fevereiro). Além da diversão, a brincadeira arrecada fundos para instituições de caridade da cidade na qual o evento acontece. Bacana, né?

3. Corrida Stiletto

Em 2008, Usain Bolt conquistou o recorde mundial dos 100 metros rasos correndo o trajeto em 9,58 segundos. Mas quanto tempo ele levaria para fazer isso em cima de sapatos com salto alto? Essa é a proposta da corrida Stiletto, que acontece anualmente em Haarlem, na Holanda: homens e mulheres precisam correr enquanto se equilibram em saltos de no mínimo 9 cm de altura.

Além disso, a corrida ajuda a angariar fundos para a “Free a Girl”, uma ONG que auxilia meninas e mulheres que são vítimas do tráfico internacional de pessoas, principalmente destinadas à prostituição. A entidade apoia mulheres tanto da Holanda quanto da Ásia e até do Brasil! Em 2017, a corrida está marcada para o dia 11 de junho.

4. Corrida da Panqueca

A Terça-Feira Gorda – que no Brasil é conhecida por Terça de Carnaval – é uma data na qual muitas pessoas resolvem se empanturrar de comida para se preparar para o jejum da Quaresma, que se inicia no dia seguinte. Em vários lugares do Reino Unido, a galera se reúne para um café-da-manhã recheada de eventos para celebrar o dia, incluindo uma Corrida da Panqueca.

Acredita-se que esse tipo de brincadeira já aconteça há mais de 500 anos! Na corrida, aberta apenas para mulheres, as competidores precisam percorrer o percurso usando um avental e um lenço na cabeça enquanto viram panquecas em uma frigideira. Neste ano, o evento ocorrerá em 28 de fevereiro.

5. Corrida de Cuecas de Kona

Em Kona, no Havaí, iniciou-se uma tradição em 1998 para protestar contra o uso de trajes de banho em lugares que não sejam as praias do arquipélago. Pessoas trajando apenas roupas íntimas percorrem um percurso de pouco mais de 3 km, enquanto arrecadam dinheiro para instituições de caridade local.

Com o tempo, a tradição passou a acontecer no mesmo dia do Campeonato Mundial de Triatlo do Ironman: antes da prova oficial, os competidores amadores participam da brincadeira pelas ruas de Kona. Em 2017, a corrida está marcada para o dia 12 de outubro.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.