Nhac! É tendência! Veja mais 8 mordidas históricas no mundo dos esportes
47
Compartilhamentos

Nhac! É tendência! Veja mais 8 mordidas históricas no mundo dos esportes

Está tendo Copa! E com ela vem acontecendo muitas situações divertidas, grandes lances e um pouquinho de violência por parte dos jogadores. Que o diga o jogador da seleção uruguaia Luis Suárez, que tascou uma mordida no integrante da seleção italiana Giorgio Chiellini durante a partida que eliminaria de vez da Copa um dos times, no dia 24 de junho.

O ato foi flagrado pelas câmeras aos 34 minutos do segundo tempo, quando o jogo ainda estava no zero a zero e o Uruguai precisava da vitória para avançar nas oitavas de final.

Em um momento já muito tenso para ambos os times, Suárez, dentro da área, estava sendo marcado por Chiellini e mordeu o ombro do jogador italiano, que reagiu com uma cotovelada. Dois minutos depois, o gol da vitória uruguaia foi marcado por Godin. Como o lance não foi visto pelo árbitro, os jogadores não foram punidos em campo.

Eonline

No entanto, no dia 25 de junho, a FIFA anunciou a suspensão de nove jogos para o atacante Luis Suárez, que não poderá mais participar desta Copa e dos próximos campeonatos seguintes, inclusive de partidas do clube em que joga atualmente, o Liverpool.  

O curioso é que Suárez é um reincidente em mordidas, e pode-se dizer que ele é um serial biter (um mordedor em série). Ele já mordeu o jogador Otman Bakkal, do PSV, quando ainda jogava pelo Ajax em 2010. Depois dessa, ele ainda fincou os seus dentes vorazes no zagueiro Ivanovic, do Chelsea, em um clássico contra o Liverpool no Campeonato Inglês de 2013.

Mas a história das mordidas no esporte não começou com Suárez, não. Ele é apenas mais um “boca nervosa” entre muitos outros atletas que não se fizeram de rogados e mandaram ver nas abocanhadas. Teve até quem arrancou pedacinhos dos adversários. Você deve lembrar quem foi o mais famoso. Confira abaixo.

1 – O feroz Mike Tyson

The Sun e Courier Mail

Mesmo quem não viu a luta ao vivo na época com certeza conhece a famosa mordida do lutador Mike Tyson em seu rival Evander Holyfield. A luta aconteceu em 1997 e não foi só uma mordida não, foram duas, em ambas as orelhas! Mas a mais grave foi no terceiro round, quando Tyson arrancou um pedaço da orelhinha de Holyfield com suas presas afiadas sem dó nem piedade.

Tyson perdeu sua licença de boxe, mas foi reintegrado um ano depois. Em 2009, ele pediu desculpas a Holyfield no programa de Oprah Winfrey. Evander Holyfield fez até uma brincadeirinha no seu Twitter sobre o recente caso de Suárez, dizendo: “Eu acho que qualquer parte do corpo é boa para comer”. Não seria o Tyson que deveria dizer isso?

2 – Wayne Rollins

Nos playoffs da NBA de 1983, uma briga entre o jogador Wayne “Tree” Rollins, do Atlanta, e Danny Ainge, do Boston Celtic, acabou em mordida. Ainge era um baixinho (para os padrões de basquete), mas conhecido por ser uma “peste” na marcação e nas provocações. Tanto que ele acabou sendo alvo da irritação de Rollins, que durante a briga tascou uma mordida no dedo de Ainge, que recebeu pontos e uma vacina antitetânica após o jogo.

3 – Johan Le Roux

Não é só Mike Tyson que é chegado em uma bela orelha suculenta. O jogador de rugby sul-africano Johan Le Roux também mordeu a orelha de Sean Fitzpatrick da Nova Zelândia durante uma disputa no jogo, em 1994. Depois de aprender (ou não) a lição após uma longa suspensão, Le Roux disse sobre a mordida na orelha do rival: "Para uma suspensão de 18 meses, eu sinto que deveria ter rasgado de vez".

4 –  Jarko Ruutu

O jogador do time de hockey Ottawa Senators, Jarko Ruutu, negou ter mordido o dedo polegar da Andrew Peters, do Buffalo, em 2009, mas foi suspenso por dois jogos e multado em 31,7 mil dólares. Apesar de ter negado, no vídeo acima é possível conferir que, aparentemente, parece que realmente houve uma bela dentada no dedo de Andrew.

5 – Francisco Gallardo e sua mordida suspeita

O jogador do time espanhol de Sevilla, Francisco Gallardo, comemorou o gol marcado por um companheiro de equipe, José Antonio Reyes, de uma forma um tanto peculiar. Diria que foi uma mordida carinhosa.

No calor da celebração do gol, Gallardo foi lá perto do seu companheiro e deu uma mordida leve no genital de seu colega. Apesar de não ter machucado o amigo, a Federação Espanhola de Futebol suspendeu o jogador por “violar a dignidade e o decoro esportivo”. É a velha questão: por que ele fez isso? Porque sim. Confira no vídeo acima.

6 – Alex Burrows

Boston Sports

O jogador do time de hockey de Vancouver, Alex Burrows, foi flagrado mordendo o dedo do jogador do Bruins, Patrice Bergeron, durante uma disputa no primeiro jogo das finais da Copa Stanley de 2011. Aparentemente, a mordiscada não machucou muito o adversário, que estava protegido pela luva, e Burrows não foi punido. 

7 – Marc Savard

Embora este incidente tenha causado um pouco de controvérsia, certamente não foi esquecido quando o jogador de hockey do Bruins, Marc Savard, foi acusado de morder Daniel Carcillo, do Flyers, durante o jogo das semifinais da Conferência Leste de 2010.

Antes, em 2003, enquanto jogava para o Atlanta Thrasers, Savard mastigou a luva de Darcy Tucker, do Maple Leafs, ganhando uma suspensão de um jogo. O incidente foi citado em 2010, quando Carcillo acusou Savard de fazê-lo de novo, mas não houve suspensão pela ocorrência não ter sido presenciada por um árbitro ou pelas câmeras.

8 – Miguel Olivo

Em maio de 2014, o jogador de beisebol Miguel Olivo entrou em uma briga durante um jogo com o companheiro de equipe Alex Guerrero e, durante ela, Olivo arrancou parte da orelha de Guerrero. O estrago foi tanto que o incidente levou Guerrero a uma cirurgia estética e sinalizou o fim da carreira de beisebol de Olivo.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.