Inverno é a melhor época para cirurgia plástica

12/07/2011 às 11:042 min de leitura

Considerada uma das mais vaidosas do mundo, a mulher brasileira perde apenas para a americana na quantidade de cirurgias plásticas feitas por ano. Ainda que nem todas os procedimentos sejam feitos por razões estéticas, este motivo foi o apresentado por 69% das mulheres que procuraram pelo bisturi.

Dentre as cirurgias mais realizadas no país estão as de nariz, pálpebras e abdome. Além, é claro, de lipoaspiração. O implante de prótese de silicone nos seios, também chamado de mamoplastia de aumento está entre os mais pedidos. Com cicatrizes cada vez menos aparentes, em virtude da evolução da tecnologia, seu número de realizações abrange cerca de 91% das cirurgias plásticas entre mulheres que colocam silicone no corpo e 19% dos procedimentos totais. Das 156.918 mulheres que colocaram próteses em 2009, 143.253 foram nas mamas.

Os motivos para tanta procura? Variados. “Fatores como genética, idade, gravidez e alterações no peso podem mudar o formato das mamas. A prótese de silicone corrige perfeitamente essa mudança”, comenta o cirurgião Jose Eduardo Lintz, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

Uma ajudinha do frio

Se a procura por cirurgias plásticas tem aumentado sucessivamente ano a ano, é importante destacar que elas acontecem muito mais no inverno. Profissionais afirmam que a procura aumenta em aproximadamente 60% nos períodos de junho a agosto. A ideia não é apenas preparar-se para estar elegante no verão, mas, sim, o fato de a baixa temperatura amenizar o pós-operatório.

De acordo com o cirurgião plástico Liacyr Ribeiro, também membro titular da SBCP e seu ex-presidente, escolher o inverno é sinônimo de uma recuperação mais tranquila. “A melhor opção é evitar exposição demorada ao sol, pois, quanto menor a incidência de raios UVA e UVB, melhor será a recuperação dos tecidos, no que diz respeito à cicatrização e conforto do paciente”, diz. As temperaturas mais amenas também reduzem o grau dos edemas, diminuindo sensivelmente o inchaço das áreas operadas.

Segundo a Silimed, maior fabricante de próteses de silicone na América Latina, nos meses de junho, julho e agosto as vendas de implantes costumam ser 30% maior que nos três meses anteriores. “Para o inverno 2011 esperamos que esse número cresça ainda mais e chegue a pelo menos 40%”, afirma Margaret Figueiredo, sócia-diretora da empresa.

Fonte
Imagem

Últimas novidades em Saúde/bem-estar

NOSSOS SITES

  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • TecMundo
  • Logo Mega Curioso
  • Logo Baixaki
  • Logo Click Jogos
  • Logo TecMundo

Pesquisas anteriores: