21 fatos curiosos sobre a vida de Albert Einstein
201
Compartilhamentos

21 fatos curiosos sobre a vida de Albert Einstein

Último Vídeo

1 – O cientista não se considerava um ateu, mas sim agnóstico;

2 – Suas grandes ideias e descobertas partiram de cenários que ele criou em sua mente, e não no laboratório;

3 – Quando criança, ele falava muito devagar e tinha dificuldades de aprendizado;

4 – O médico que fez a autópsia de Einstein roubou seu cérebro e o manteve em uma jarra por 20 anos;

5 – O dinheiro que ele ganhou pelo Prêmio Nobel acabou ficando com a sua ex-esposa, quando eles se divorciaram;

6 – Israel queria que o cientista fosse presidente do país, mas ele se negou a assumir esse cargo;

7 – Ele não conseguiu entrar na universidade na primeira tentativa;

8 – Seu Nobel não tem nada a ver com a Teoria da Relatividade, mas sim com suas descobertas sobre o efeito fotoelétrico;

9 – Conhecido por ter uma memória ruim, Einstein tinha dificuldades para se lembrar de nomes, datas e números de telefone;

10 – A equação E = mc2 foi publicada originalmente pelo físico austríaco Friedrich Hasenohrl;

11 – Os olhos de Einstein continuam conservados em Nova York;

12 – O mestre Yoda, de Star Wars, teve sua aparência inspirada em Albert Einstein;

13 – O cientista nunca teve um carro nem aprendeu a dirigir durante toda a sua vida;

14 – O cérebro de Einstein tinha um lobo parietal 15% maior do que a média;

15 – O cientista favorito de Einstein era Galileu Galilei;

16 – Einstein era totalmente contra a segregação racial, e chamou a fenômeno de “doença de gente branca”. Ele trabalhou como ativista de causas contra o racismo durante sua vida;

17 – O físico foi uma das pessoas a assinarem uma petição contra a lei alemã que bania homossexuais;

18 – Alguns oficiais norte-americanos, como o diretor do FBI J. Edgar Hoover, chegaram a acreditar que Einstein era um espião soviético;

19 – Além de ter traído a esposa e se negado a reconhecer seu trabalho científico, Einstein a fez assinar um contrato no qual se comprometia a sair da sala ou a parar de falar sempre que ele pedisse. O cientista também não dividia qualquer trabalho doméstico com ela;

20 – Mesmo se considerando pacifista, Einstein escreveu ao presidente Roosevelt, pedindo para que ele priorizasse o desenvolvimento da bomba atômica, antes que os nazistas alemães fizessem isso;

21 – Para não precisar se alistar, Einstein renunciou sua cidadania alemã em 1896 e ficou cinco anos sem nenhuma cidadania. Depois, adquiriu a cidadania suíça em 1901, a austríaca em 1911 e a norte-americana em 1940.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.