Comovente: policial finge ser filho falecido de idosa com falta de memória
385
Compartilhamentos

Comovente: policial finge ser filho falecido de idosa com falta de memória

Último Vídeo

Na internet, as histórias de desgraças costumam viralizar muito mais do que bons exemplos que restauram a fé na humanidade. A história de Liang Qiaoying poderia fazer parte do primeiro exemplo, mas felizmente ela encontrou um policial que contornou a situação de uma maneira incrível e inusitada.

Tudo começou em 2003, quando a mulher e seu filho, Liang Yu, foram expostos acidentalmente a um gás venenoso. O rapaz faleceu, enquanto sua mãe conseguiu sobreviver, apesar de ter ficado paralisada e com sequelas neurológicas, principalmente em áreas do cérebro ligadas às memórias.

Sem saber como contar que o filho morrera, o marido de Liang Qiaoying inventou que o rapaz estaria trabalhando em outra cidade, sempre que a mulher perguntava onde estaria o rebento. Dessa maneira, o casal que mora em Shanxi, uma província no norte da China, foi levando seus dias, até que tudo mudou.

Foto de famíliaAntes do acidente: Liang Yu e Liang Qiaoying aparecem em pé, enquanto o marido e o filho mais novo do casal estão sentados

O ponto de virada

Em 2010, sete anos após o acidente, Xia Zhanhai, o marido, estava assistindo a um programa sobre a polícia de Xangai quando “reconheceu” o filho falecido entre um dos policiais. Ele pensou que contatar o rapaz poderia ser um presentão para sua esposa, que ainda não sabia que tinha perdido seu filho para sempre.

Zhanhai não tinha nenhuma informação sobre o policial, mas ele estava obstinado a encontrá-lo – mesmo que a distância de 1,5 mil km atrapalhasse essa empreitada. O homem foi a um programa de TV pedir ajuda, mas não conseguiu encontrar o policial parecido com seu filho.

A história ficou dormente por três anos, até que em 2013 outro programa televisivo ficou sabendo da saga do casal e resolveu ajudá-los. Com muito esforço, eles chegaram a Jiang Jingwei, um policial, pai de família, que topou participar do programa e conhecer seus “novos pais” – sua única ressalva era chamar alguém que não fosse sua mãe de verdade de “mãe” em rede nacional.

AbraçoNova família foi formada em reality show

Farsa mudou a vida de todos

“Minha mãe estava contra a ideia no início, mas depois concordamos que se fosse uma necessidade eu faria isso [chamar a desconhecida de ‘mãe’]”, explicou Jingwei que ficou tocado com a história. No programa, o casal foi às lágrimas quando Jingwei apareceu. O próprio policial não conteve a emoção ao encontrar sua “nova mãe”.

Foi inventada toda uma história para a ausência prolongada do filho e a mudança de seu sotaque, mas Liang Qiaoying nem sequer notou alguma diferença, afinal, ela estava novamente com seu “filho”. De acordo seu marido, ela dormiu a noite toda no dia seguinte ao “reencontro” – algo que ela estava com dificuldades desde o acidente que matou o rapaz.

Apesar de o programa ter sido exibido há quase cinco anos, Jiang Jingwei manteve contato com sua nova família. No ano passado, o casal finalmente foi até Xangai visitar o lar do “novo filho”, que os recebeu de braços e coração abertos desde que soube da história. Até hoje, a farsa permanece para a mulher, mas sua saúde está muito melhor dessa maneira. 

ComparaçãoComparação: o filho falecido (esq.) e o policial (dir.)

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.