8 atitudes que demonstram insegurança
98
Compartilhamentos

8 atitudes que demonstram insegurança

Último Vídeo

Pessoas autoconfiantes costumam ter sucesso em seus projetos pessoais e profissionais, e é justamente seguindo a mesma lógica que conseguimos compreender por que pessoas inseguras “não vão para frente”. É claro que sempre há exceções à regra, mas se você busca alcançar um objetivo, o bom mesmo é deixar a insegurança de lado e abandonar os hábitos a seguir, que são os que mais demonstram que uma pessoa não é autoconfiante:

1 – Não conseguir tomar decisões

insegurança

Não conseguir decidir entre uma coisa e outra é complicado, especialmente se isso acontece porque você tem medo das consequências, caso esteja errado. A verdade é que isso apenas reforça seu sentimento de insegurança, e as pessoas ao seu redor conseguem perceber isso. O jeito é treinar a si mesmo a decidir as coisas quando for necessário e, principalmente, a entender que às vezes é normal tomar decisões erradas.

2 – Viver procurando a aprovação dos outros

insegurança

Quando você faz algo só para que outras pessoas aprovem, muitas vezes a conquista deixa de ser uma conquista e se torna um feito vazio de significados. Isso é tão verdadeiro que, se você estiver em um escritório, vai perceber em pouco tempo quem é o funcionário que serve de capacho, se for preciso, só para ganhar um elogio ao fim do dia. Não ser essa pessoa é uma excelente atitude.

3 – Criar a necessidade de trabalhar duas vezes

insegurança

Pessoas inseguras costumam não confiar no trabalho que fazem e, por isso, acabam demorando muito mais tempo para completar suas atividades, simplesmente porque às vezes fazem o serviço duas vezes. Você não precisa perder tempo tentando ser perfeito – fazer o que é necessário já é suficiente na maioria dos casos.

4 – Não ter autonomia

insegurança

Pessoas inseguras têm a necessidade de estar no controle e, muitas vezes, acabam não tendo autonomia, justamente para não correr riscos de “queimar o filme” caso algo não saia como planejado. Não tem outro jeito: as pessoas enxergam a falta de autonomia e de controle como um grande sinal de insegurança.

5 – Demonstrar medo sempre

insegurança

Todas as pessoas sentem medo e não querem fracassar, mas é preciso monitorar esse sentimento, para que ele não acabe com as suas oportunidades de crescer. Lembre-se sempre de que há apenas três formas de fracassar: quando desistimos, quando não melhoramos e quando nunca tentamos.

6 – Não pedir ajuda

insegurança

Muitas pessoas ainda acreditam que pedir ajuda é um sinal de fraqueza quando, na verdade, não se trata nenhum pouco disso. Independente de qual seja a sua posição, não existe motivos para que você não possa pedir a ajuda de uma pessoa que, em determinada área, esteja mais bem informada do que você. Na verdade, isso demonstra segurança, grandeza e vontade de melhorar, o que são ótimas qualidades.

7 – Evitar discussões por medo de passar vergonha

insegurança

Nem sempre nos sentimos confortáveis defendendo uma ideia em frente a outras pessoas, e quem é inseguro demais acaba tendo medo de parecer bobo ao fazer uma pergunta ou uma observação. O melhor jeito de superar esse problema é começar a praticar e fazer comentários e perguntas com mais frequência.

8 – Comparar-se com outras pessoas e se criticar demais

insegurança

Pessoas inseguras vivem comparando pontos de suas vidas com os de outras pessoas, e isso é péssimo. Ninguém é igual à ninguém, e a única comparação justa é aquela que você faz sobre você mesmo hoje e você mesmo ontem. Fora isso, será apenas uma forma de ficar descontente e de se criticar demais.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.