11 péssimos hábitos financeiros para você abandonar antes dos 30 anos
581
Compartilhamentos

11 péssimos hábitos financeiros para você abandonar antes dos 30 anos

Último Vídeo

Ser adulto costuma ser complicado para quem não se planejou financeiramente e continua agindo com irresponsabilidade em relação ao dinheiro. Vez ou outra, se dar algum luxo é completamente compreensível. O problema é quando os luxos costumam ser constantes, mesmo que sua carteira não comporte tamanha extravagância. Por isso, anote 11 dias para ter uma vida mais estável após os 30 anos:

1. Ligação interurbana

Alguém ainda usa telefone fixo hoje em dia? Caso sim, lembre-se que as ligações interurbanas costumam custar bem mais caro. Para fugir dessa armadilha, comece a usar aplicativos como o WhatsApp ou programas de operadoras de telefonia que concedem ligações intermunicipais a baixo custo.

economia

2. Comprar para se animar

A época de curar as dores do mundo no shopping deve acabar. Muitas vezes, você gasta demais, a satisfação é momentânea e o problema continuará te incomodando – agora com a conta bancária mais baixa. Que tal planejar os gastos e aprender a canalizar as frustrações para diferentes formas de solução? Você pode marcar um jantar em casa ou reunir amigos, já que sai mais barato e é mais proveitoso.

economia

3. Torrar o cartão de crédito

Compreenda que o cartão de crédito é uma facilidade e não uma fonte de renda. O limite não precisa ser torrado o tempo todo e você não precisa parcelar tudo o que vê pela frente. Já imaginou se você fica desempregado? Os juros dos cartões costumam ser altíssimos! Por isso, use o artefato com sabedoria.

economia

4. Não planejar as férias

Você trabalha o tempo todo e não vê a hora de um feriadão ou de as férias chegarem, certo? Certíssimo! Porém, não deixe para planejar tudo em cima da hora: na alta temporada, tudo fica mais caro, bem como em feriados mais prolongados. Pense no orçamento que pretende gastar e planeje o passeio com antecedência para não passar nenhum perrengue.

economia

5. Assinatura para tudo

Hoje em dia, diversos aplicativos oferecem assinaturas de revistas, filmes, séries, música etc. Você consome tudo isso? De pouco em pouco, você acaba gastando um dinheirão ao longo de um ano – coisa que poderia ser investida em uma viagem de férias mais caprichada, por exemplo. Corte as assinaturas supérfluas e aprenda a viver com serviços gratuitos.

economia

6. Comprar em pequenas quantidades

Comprar um pacotão com 16 papéis higiênicos ou apenas um mais simples com 4? Confira o custo-benefício dos produtos: muitas vezes, comprar em grande quantidade acaba saindo muito mais barato do que fazer compras menores. Isso é de fundamental importância principalmente para produtos não perecíveis.

economia

7. Fique atento a programas de fidelidade

Hoje em dia, diversas empresas oferecem benefícios para clientes costumeiros. Assim, procure programas de fidelidade e fique atento aos pontos que você acumula – muitos acabam expirando após 1 ano. Esses programas podem oferecer descontos e até mesmo produtos gratuitos depois de um certo período.

economia

8. Aprenda a pechinchar

Não tem nada de errado em chorar um descontinho. O “não” você já tem, mas vai que o vendedor, para não perder o cliente, resolve diminuir a margem de lucro? Isso acaba sendo benéfico para os dois, então não se acanhe de imitar seu pai ou sua mãe pedindo para dar uma abaixadinha nos valores.

economia

9. Gastar em porcaria

Álcool, cigarro e fast food são os maiores vilões do orçamento: de pouco em pouco, você pode gastar seu salário inteiro! E o pior é que normalmente você reconhece que são despesas ridículas, já que sustentam vícios que não fazem bem. Livre-se já desses hábitos extremamente nocivos à sua saúde física e financeira.

economia

10. Comprar itens que não sejam práticos

Sabe aquele sapato maravilhoso que você comprou no impulso e nunca usou por não combinar com nada? Pois então, esse hábito deve acabar. Quando adquirir algo, pense na funcionalidade do produto, para não ser um entulho a mais em sua casa – por mais bonito que seja.

economia

11. Comprar café todas as manhãs

Cafés de cafeterias costumam ser muito caros. Comprar todos os dias pode comprometer o orçamento. Que tal aprender a fazer café em casa e economizar um bom dinheiro no final do mês? Pode não ser a mesma coisa, mas pelo menos é mais econômico.

economia

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.