8 coisas proibidas no Brasil, mas legais em outros lugares do mundo
359
Compartilhamentos

8 coisas proibidas no Brasil, mas legais em outros lugares do mundo

Equipe MegaCurioso
Último Vídeo

As leis normalmente se baseiam em alguns princípios que na teoria são universais. Mas alguns lugares têm leis diferentes do comum por conta de aspectos culturais, fazendo com que a legislação dos países seja profundamente diferente – e não apenas isso, mas algumas leis são bem inusitadas. 

Viajar para fora do país é muito gostoso, afinal, conhecemos lugares novos, outras culturas e pessoas com costumes diferentes. Porém, além de se atentar ao clima e roteiro, entre outros, é importante também conhecer um pouco sobre as leis do país visitado. Além de você não ser pego desprevenido, vai te ajudar a não levar um susto ao saber que determinadas práticas por lá são legais, embora aqui não. Confira alguns exemplos:

1. Detectores de radar

Possuir um aparelho detector de radar em seu veículo é proibido em terras brasileiras, mas nos Estados Unidos isso só é ilegal no estado da Virgínia e em algumas bases militares.

radar

2. Passear com um tanque militar nas ruas

A compra de tanques de guerra é liberada nos Estados Unidos, mas mais surpreendente é o fato de ser aceitável trafegar com o eles pelas ruas, contanto que a documentação esteja em dia. Será que o seguro auto cobre tanques de guerra por lá?

tanque de guerra

3. Bronzeamento Artificial

As câmaras de bronzeamento artificial podem causar câncer nos usuários, por isso são proibidas no Brasil. Nos Estados Unidos essa é uma prática liberada em vários estados, desde que a pessoa seja maior de 18 anos.

bronzeamento

4. Prostituição

Chega até ser desnecessário dizer que a prostituição é ilegal no Brasil e, provavelmente, nunca será legalizada. Mas tem alguns países em que atividade é liberada: a China é bem presente no mercado da prostituição, enquanto a Austrália tem a atividade legalizada desde 1995, assim como a Alemanha e a Holanda. Os profissionais que exercem a função nos países em que a prostituição é legalizada recebem todos os direitos trabalhistas.

prostituição

5. Narguilé

A utilização do narguilé é proibida no Brasil, mas apenas em lugares públicos. Além disso, se houver alguém com idade inferior a 18 anos na roda, os usuários podem ser presos, rendendo até 4 anos de cárcere. Em outros lugares, como no norte da África e no Oriente Médio, o narguilé é uma tradição cultural, e, portanto, legalizado em qualquer circunstância. 

fumaça

6. Comer carniça

Não existe nenhuma lei oficial sobre esse assunto, mas, no Brasil, está intrínseco em nossa cultura a aversão a essa prática. Nos Estados Unidos, o consumo é possível e até legalizado oficialmente por lei. Conhecida como “roadkill”, a prática só não é legalizada nos estados do Texas, Tennessee, Washington e Califórnia.

carniça

7. Pirataria Digital

A venda e compra de produtos pirateados é uma prática ilegal no Brasil, assim como baixar conteúdo com direitos autorais é considerado crime. Mas no Canadá, por mais que também seja ilegal, o máximo que você vai receber vai ser um aviso similar a “Você está fazendo download de conteúdo ilegal. Por favor, pare!”. Por não possuírem leis próprias para a pirataria digital, o usuário recebe somente uma advertência.

fone de ouvido

8. Porte de Armas

Assunto debatido muito pelos brasileiros nos últimos tempos, ainda mais agora em épocas de eleições, o porte de armas é ilegal no Brasil. Nos Estados Unidos, porém, a decisão cabe a cada estado: em Massachusetts, por exemplo, o porte é proibido. Já no México, a lei permite que os habitantes possuam armas em casa, mas em relação a fabricação, porte ou posse não é permitida pela Secretaria da Defesa.

arma

*Via assessoria

***

Você conhece a newsletter do Mega Curioso? Semanalmente, produzimos um conteúdo exclusivo para os amantes das maiores curiosidades e bizarrices deste mundão afora! Cadastre seu email e não perca mais essa forma de mantermos contato!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.