7 formas de transformar os espaços públicos para o bem comum
22
Compartilhamentos

7 formas de transformar os espaços públicos para o bem comum

Último Vídeo

Um dos desafios das cidades do mundo moderno é encontrar maneiras inteligentes de integrar seus habitantes aos espaços públicos. Para tanto, urbanistas têm botado a cabeça para pensar em projetos que, além de criativos, também sejam funcionais e economicamente viáveis. A seguir, vamos te mostrar uma série de exemplos do exterior que a gente adoraria que fossem aplicados em solo tupiniquim algum dia:

1. Reaproveitando mangueiras de incêndio

Na capital da Dinamarca, Copenhague, mangueiras de incêndio que seriam descartadas estão sendo reaproveitadas de uma maneira, digamos, bem relaxante: elas foram transformadas em redes de descanso.

2. Um novo fim para os 'orelhões'

Cada vez mais obsoletos, os telefones públicos de Nova York, nos Estados Unidos, agora estão virando bibliotecas ao ar livre. A ideia é que as pessoas depositem livros que já leram nessas estruturas e peguem emprestados os títulos que mais lhe interessam.

3. História contada pela tecnologia

Ainda em Nova York, outra iniciativa bastante interessante mostra como a tecnologia pode aproximar as pessoas da história de um determinado lugar. Neste caso, basta apontar a câmera de um smartphone para um código QR fixado no chão e descobrir como determinada região da cidade era anos atrás.

4. Bancos produzidos a partir da reciclagem

Os designers de um estúdio holandês chamado The New Raw desenvolveram, a partir de resíduos de reciclagem, um mobiliário urbano com formatos para lá de originais.

5. Serviço de aluguel de cadeiras

Por essa certamente você não esperava! Em Israel, uma empresa encontrou um nicho curioso para se especializar: o de aluguel de cadeiras. Por uma quantia bem acessível, é possível emprestar o móvel, levá-lo para alguma área verde da cidade e descansar — não se esquecendo, é claro, de devolvê-lo depois.

6. Bituqueira musical

Com lâmpadas de LED e caixas de som, estas bituqueitas — instaladas em Londres, na Inglaterra — tocam música e ficam iluminadas assim que o fumante descarta corretamente a bituca do cigarro. Um belo incentivo que ajuda a manter o chão da cidade limpo, não é mesmo?

7. Parquinhos diferentões

Mais do que escorregadores e gangorras, os parques infantis da capital dinamarquesa, Copenhague, oferecem aos seus pequenos moradores paredes de escalada, por exemplo.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.