Manta imensa “pede ajuda” a mergulhador para remover anzol de seu corpo

Manta imensa “pede ajuda” a mergulhador para remover anzol de seu corpo

Último Vídeo

As imagens que você verá a seguir foram capturadas por um grupo de mergulhadores que faziam snorkel na Costa de Ningaloo, um imenso recife de corais que existe no litoral noroeste da Austrália e que serve de lar para uma grande variedade de animais marinhos, como tubarões-baleia, golfinhos, tartarugas, baleias-jubarte e raias gigantes, também conhecidas como mantas.

Pois no vídeo, mergulhadores acompanhados por Jake Wilton, um guia de vida selvagem da Ningaloo Marine Interactions, presenciaram um desses enormes animais – uma manta conhecida como Freckles e com 3 metros de envergadura – se aproximar de Wilton para “pedir ajuda”. Mais especificamente, a criatura se aproximou do rapaz e virou de barriga para cima para que o guia pudesse ver que ela tinha um anzol preso próximo ao seu olho direito. Assista:]

Interação

Antes de arriscar qualquer manobra e de tentar remover o objeto, Jake mergulhou algumas vezes para ver como a manta reagia à sua presença. Então, depois de várias aproximações e algumas tentativas, o animal ficou quietinho, esperando que o guia acabasse com o seu sofrimento. E foi só após o mergulhador finalmente conseguir desprender o anzol cuidadosamente de seu corpo e se despediu que a manta se afastou nadando.

Pode parecer estranho que um “peixe” se comporte dessa maneira, mas, de acordo com Tom Hale, do site IFLScience!, as mantas têm os maiores cérebros entre os peixes cartilaginosos e células nervosas que podem ser comparadas às de animais como aves e mamíferos. Elas são superinteligentes, muito curiosas e brincalhonas, e gostam de interagir com humanos, mas, infelizmente, as mantas foram incluídas na Lista Vermelha da IUCN – União Internacional para Conservação da Natureza – como vulneráveis a extinção por conta de ações humanas. Tomara que mais humanos se disponham a ajudar essas criaturas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.