Aquário fechado por coronavírus vira campo de exploração para pinguins

Aquário fechado por coronavírus vira campo de exploração para pinguins

Último Vídeo

A pandemia de coronavírus alterou a rotina do mundo inteiro. Eventos cancelados, adiados ou suspensos, fechamento de fronteiras, voos reduzidos e muitos estabelecimentos fechados. Só os serviços essenciais permanecem abertos atendendo a população. Em Chicago, uma espécie gostou, e muito, das portas fechadas do Shedd Aquarium.

Temporariamente fechado devido ao coronavírus, o aquário acabou se tornando um verdadeiro campo de exploração para os pinguins saltadores-da-rocha, que estão visitando outros animais e exposições do aquário.

O próprio Shedd divulgou vídeos de Wellington, Edward e Annie explorando o espaço fechado. Balcão de informações, áreas comuns e uma exposição sobre o Rio Amazonas foram flagrados no roteiro dos pinguins.

Em comunicado por email, o porta-voz do Shedd Aquarium de Chicago ressaltou que, apesar de estar fechado ao público, o aquário manteve a equipe de cuidados com os animais e os veterinários no local, 24 horas por dia. “Sem convidados no prédio, os cuidadores estão se tornando criativos na maneira de distrair os animais — introduzindo novas experiências, atividades, alimentos e muito mais para mantê-los ativos, incentivando-os a explorar, resolver problemas e expressar comportamentos naturais”, diz o comunicado.

Sem a visitação presencial, o Shedd tem incentivado as pessoas a checarem as redes sociais do aquário. Por lá, eles publicam vídeos para que todos possam acompanhar as aventuras dos animais no aquário.

Não há previsão de quando o Shedd irá abrir novamente para visitação. Até o momento desta publicação, os Estados Unidos contabilizavam mais de 10,7 mil casos confirmados de coronavírus e 168 mortes.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.