Seja o primeiro a compartilhar

Com ruas vazias, cabras fazem a festa no País de Gales

A pandemia do coronavírus tem alterado o mundo como o conhecemos. As ruas vazias e a quarentena se estendem por semanas em muitos países, com o objetivo de achatar a curva do número de casos confirmados e mortes. O isolamento tem se provado a maneira mais eficaz de prevenção e combate, mas também tem provocado mudanças naturais. Em Veneza, os famosos canais estão mais cristalinos, e animais selvagens começaram a aparecer — no País de Gales não é diferente.

O ambiente vazio pareceu bastante atrativo para um tímido rebanho de cabras selvagens da Caxemira, que foram flagradas "passeando" pelas ruas e pelos jardins floridos de Llandudno. O ambiente natural dos animais é Great Orme, um trecho de terra calcária rochosa sobre o Mar da Irlanda, mas parece que elas foram encorajadas pelo silêncio da cidade e resolveram aproveitar as ruas desertas.

Com ruas vazias, cabras aproveitaram para explorar quintais, jardins e toda a cidadeCom ruas vazias, cabras aproveitaram para explorar quintais, jardins e toda a cidade

Em entrevista à BBC News, a vereadora Carol Marubbi brincou que "elas são curiosas e devem estar se perguntando o que está acontecendo".  O grupo de cabras foi flagrado passeando pelas ruas, equilibrando-se em muros de pedra, mastigando plantas e matando a curiosidade nos quintais das casas.

Embora vivam no Great Orme há mais de 1 século, as cabras não são originárias da região. De acordo com o próprio site de Llandudno, elas foram compradas da Caxemira, na Índia, e no século XVIII dadas ao rei George IV, que acabou multiplicando o rebanho em Windsor.

A rainha Vitória presenteou, no século XIX, o major-general Sir Savage Mostyn com duas cabras. Ele as levou para a propriedade da família em Llandudno — e foi assim que as curiosas cabras chegaram até a cidade.

Hoje, bem adaptadas e aparentemente bem à vontade para explorar a cidade enquanto a população as observa da janela, estima-se que o rebanho tenha cerca de 120 animais.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER