Pandemia: empresa italiana propõe um novo isolamento — na praia!

Apesar de o inverno estar chegando aqui no Brasil, na Europa a estação que se aproxima é o verão. E na Itália, para que as pessoas não deixem de aproveitar a estação mesmo durante a pandemia do coronavírus, uma empresa propôs uma solução um tanto quanto inusitada: a Nuova Neon Group, com sede em Modena, no norte da Itália, desenvolveu um cubículo de acrílico transparente para que as pessoas não tenham contato umas com as outras na praia.

A iniciativa da empresa pretende ajudar a salvar o setor turístico do país, que ficou estagnado devido à quarentena. Dessa forma, as pessoas poderiam desfrutar algum tempo de lazer ao Sol na praia ainda mantendo uma distância segura entre uma e outra. À primeira vista, essas caixas transparentes parecem ter sido projetadas para delimitar os espaços individuais dos banhistas, entretanto, grupos podem se isolar de outros, evitando novas interações com outros turistas.

(Fonte: Oddity Central)(Fonte: Oddity Central)

A peça inovadora possui 2 metros de altura e 4,5 metros de largura de cada lado. Esses cubículos de praia para a quarentena podem acomodar ainda duas espreguiçadeiras e um guarda-sol, além de um pouco de espaço livre para que as pessoas possam se deslocar. A empresa, por enquanto, divulgou apenas alguns dos conceitos iniciais e mencionou que suas criações atualmente ainda se encontram em fase de projetos.

Segundo a Nuova Neon Group, os cubículos são feitos com um material mais reforçado capaz de bloquear os raios ultravioleta e ser desinfetado, além de não possuir teto, para permitir que o calor se dissipe. Entretanto, algumas pessoas que realizaram os testes, de fato, em uma praia, alegaram que o conceito não é muito viável para a Itália.

(Fonte: Oddity Central)(Fonte: Oddity Central)

E de acordo com Luca Paolillo, presidente da Bagning Riviera del Conero Association, o empreendimento é impossível de se concretizar. “Não conheço todas as áreas de praia italianas, mas acho que essa solução é impossível de ser implementada em todos os lugares, porque conta do calor emitido pelo acrílico”, afirmou.

O chefe de compras da Nueva Neon Group, Marco Giusti, disse que os cubículos foram inicialmente desenvolvidos para serem usados dentro de hospitais e até mesmo casas. Mas devido a uma certa necessidade de serem retomadas as atividades turísticas nas praias do país, a solução foi apresentada para proteger as pessoas.

Vale lembrar que a Itália foi um dos países mais atingidos no início da pandemia, totalizando cerca de 181 mil casos confirmados e mais de 24 mil mortes.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.