Seja o primeiro a compartilhar

Hotel no Japão empresta gatos para dormirem com hóspedes

Para os amantes dos gatos, dormir sem os seus bichanos pode ser estranho. Viagens, então, costumam ser mais complicadas: além da necessidade de deixar os animais sob os cuidados de alguém, é preciso lidar com a saudade. Pensando nisso, uma pousada tradicional do Japão empresta gatinhos para quem não consegue dormir sem a companhia deles.

Trata-se da My Cat Yugawara, localizada na cidade termal de Yugawara, a 100 km de Tóquio. A pousada segue o estilo dos ryokans, tradicionais no país desde o século 8. Um ryokan costuma ter um estilo bem mais simples, com apenas um quarto com tatame. Áreas comuns e banheiros são compartilhados com outros hóspedes.

Ryokan do My Cat YugawaraRyokan do My Cat Yugawara

Os hóspedes podem optar pelo “pacote teste”, isto é, o que permite a experiência de dormir com um gatinho a noite inteira. Nesse modelo, o bichano é deixado no quarto às 17h30 e fica à disposição do cliente até às 9h do dia seguinte. Porém, é fundamental que os animais tenham companhia durante todo o tempo em que estiverem no quarto.

Outro detalhe é que os interessados em dormir uma noite com os bichanos precisam passar por um período de experiência. Isso é feito no café do ryokan: os gatos ficam soltos no local, podendo interagir com as “visitas”. Assim, os donos podem ver como a interação dos humanos com os animais, decidindo se eles estão aptos a provar a experiência completa.

Gatos também estão disponíveis para adoçãoGatos também estão disponíveis para adoção

E não pense que se trata apenas de diversão: o hóspede acaba se tornando um dono temporário dos gatos. Isso inclui cuidar de sua alimentação e limpar a caixa de areia antes de fazer o check out do quarto. A diária no hotel custa o equivalente a R$ 260 (com banheiro privativo) ou R$ 166 (com banheiro coletivo), com acréscimo de R$ 115 por gato. As tarifas não incluem refeições.

Segundo o dono do My Cat Yugawara, a pousada é ideal para quem pensa em ter um gato, mas não sabe se irá se adaptar a ter um animalzinho sob suas responsabilidades. Inclusive, se a conexão entre o hóspede e o bichano for perfeita, a opção de adotá-lo está disponível. Para isso, será preciso preencher um questionário para definir se aquele é mesmo o animal ideal para a pessoa.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.