Seja o primeiro a compartilhar

Pessoas homenageiam cachorro colocando gravetos em seu túmulo

Só quem possui um animalzinho de estimação, seja cachorro, gato, papagaio, rato, ou qualquer outro, sabe bem como funciona a conexão entre ser humano e animal. Esses bichos acabam se transformando em nossos melhores companheiros, protetores, salva-vidas, e até mesmo em membros da família.

Por isso, quando esse companheiro morre, experimentamos uma dor profunda e entramos num processo de luto exatamente igual ao que sentimos quando da perda de um parente ou amigo próximo.

Fonte: The Green-Wood Cemetery/Facebook/Reprodução
(Fonte: The Green-Wood Cemetery/Facebook/Reprodução)

A bela lápide que observamos acima foi construída pelos proprietários de Rex, um cachorro que há um século provocou essa dor que a maioria das pessoas sente. A sepultura, com uma escultura do amado cão, está localizada no Cemitério Green-Wood, no Brooklyn, em Nova Iorque.

Homenagens ao Rex

Fonte: T R Windham/Twitter/Reprodução
(Fonte: T R Windham/Twitter/Reprodução)

Em um cemitério, que é famoso por abrigar personalidades americanas que se foram, como o grande compositor Leonard Bernstein, o lendário fotógrafo de altitudes Charles Ebbets e o pintor-grafiteiro Jean-Michel Basquiat, o túmulo de Rex acabou se transformando num monumento onde as pessoas vão para orar e colocar gravetos.

Colocados para homenagear o histórico cãozinho, os gravetos acabaram se multiplicando em sua sepultura e se transformaram numa pilha de madeira, principalmente após o início da pandemia da covid-19, que transformou o cemitério num lugar seguro para caminhadas.

Fonte: Meghan/Twitter/Reprodução
(Fonte: Meghan/Twitter/Reprodução)

Algumas pessoas chegam a deixar fotos de seus próprios animais de estimação falecidos, como a dizer para o Rex: “Cuide do meu coleguinha!”.

Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.