Candidato a vereador faz campanha com número errado e recebe 6 votos

Um candidato a vereador de Jambeiro, interior de São Paulo, descobriu que fez campanha com um número errado. O aposentado Alaor José Machado, de 63 anos, só percebeu o problema na hora em que foi digitar o seu número na urna eletrônica. Ao realizar o voto, viu a mensagem “candidato inexistente”.

Santinho errado

Ao perceber que o número não tinha relação com o seu nome ou imagem, Alaor indagou a chefe da seção sobre o problema. Depois de um certo tempo, a juíza responsável pelo local mostrou ao candidato onde estava o erro: o santinho apresentava números errados.

Santinho distribuído pela cidade com o número errado do candidato Alaor
Santinho distribuído pela cidade com o número errado do candidato Alaor

O número do candidato indicado no papel era 15.413. Porém, a Justiça Eleitoral confirmou que os digitos corretos seriam 15.412. No final das contas, Alaor recebeu 6 votos ao todo e não foi eleito para a Câmara Municipal de Jambeiro. 

“Estou tentando saber o que aconteceu. Não sei se o partido [MDB] passou errado para a gráfica ou se a gráfica que errou na hora de imprimir. Quando me deram os santinhos para fazer a campanha, divulguei para as pessoas acreditando que estava certo. Como moro na zona rural de Jambeiro, o acesso à internet é mais complicado. Não consegui conferir no site do TSE se era realmente isso. Confiei no número que me passaram no santinho”, disse Alaor, em nota divulgsada à imprensa.  

Até o final da tarde de segunda-feira (16), o candidato não havia recebido uma resposta da legenda.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.