Um ano para ser esquecido? 6 coisas boas para levar de 2020

Um ano para ser esquecido? 6 coisas boas para levar de 2020

Último Vídeo

O ano está chegando ao fim e precisamos admitir: 2020 foi um ano difícil, longo e doloroso. Um ano que não vai ser esquecido tão cedo. Mas, antes de enterrarmos de vez esses dias, trouxemos alguns pontos positivos que precisamos reconhecer. Afinal, é sempre bom ver o lado bom das coisas, não é?

Então vamos lá!

6. Adotamos mais amigos de quatro patas 

Fonte: Pixabay/Reprodução
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Com a necessidade do isolamento social durante a pandemia, a população mundial começou a sentir falta de uma companhia animal. Em São Paulo, a União Internacional Protetora dos Animais (UIPA) registrou 400% na procura por cachorros e gatos.

Movimentos semelhantes aconteceram em toda a Europa, Reino Unido e Austrália, onde muitos abrigos foram completamente esvaziados, criando listas de espera para adoção com meses de duração. 

5. Animais selvagens estão tendo um respiro

Fonte: Pixabay/Reprodução
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Todo verão, a costa do Alasca é visitada por bem mais de um milhão de turistas, que observam baleias e geleiras em incontáveis navios de cruzeiro, o que quase triplica a população do estado de cerca de 750 mil. 

Com a pandemia, esse número caiu para zero e dezenas de jubartes estão cantando livremente. “É a primeira vez na história da humanidade que temos a capacidade tecnológica de escute essas baleias de uma forma significativa, sem nossa interferência”, contou Michelle Fournet, diretora do Sound Science Research Collective. Em terra firme, muitas espécies andam livremente, como os perus selvagens começaram a se reunir em um parque em Oakland, Califórnia.

4. A pandemia deu uma pausa necessária à Mãe Natureza

Fonte: Pixabay/Reprodução
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Com o isolamento social, diminuímos significativamente as viagens aéreas, engarrafamentos e resíduos industriais que produzimos diariamente. Com isso, notamos melhorias na qualidade do ar, rios mais limpos e menos poluição sonora. 

3. Desmistificamos o home office 

Fonte: Pixabay/Reprodução
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Não podemos negar. Em muitas empresas, até 2020, havia um grande preconceito em relação ao home office, principalmente pela falta de confiança de muitos gestores em seus colaboradores. 

Mas a COVID-19 tornou a tendência uma necessidade para funções que permitem que o colaborador trabalhe de forma remota. E foi um sucesso! Além de melhorar a relação de confiança entre colegas e diminuir significativamente o tempo de deslocamento entre a casa e trabalho, também tivemos milhares de relatos ao redor do mundo sobre aumentos na produtividade.

2. Estamos lendo mais livros

Fonte: Pixabay/Reprodução
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Foram necessários bloqueios de longo prazo e em grande escala para nos levar até lá, mas 2020 viu um aumento saudável na leitura de livros. Uma pesquisa com mil britânicos descobriu que o tempo gasto lendo livros quase dobrou, com 41% dos entrevistados relatando ler mais. 

Em média, sua leitura semanal expandiu de três horas e meia por semana para cerca de seis. Mais da metade dos entrevistados relataram ler mais porque tinham mais tempo livre, com 35% citando livros como uma “fuga da crise”. Além disso, a ficção juvenil teve um aumento incrível de 65%.

1. A incrível evolução da medicina

Fonte: Pixabay/Reprodução
(Fonte: Pixabay/Reprodução)

Embora 2020 pareça eterno, nós estamos testemunhando a história da medicina: uma vacina para uma doença letal desenvolvida em tempo recorde. E estamos falando de um processo meticuloso que exige não apenas a criação de medicamentos, mas também estudos controlados com voluntários, dificuldades de fabricação e logística. Considerando tudo isso, é incrível como estamos perto de deixar grande parte dessa crise para trás. 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.