Seja o primeiro a compartilhar

5 gadgets de espionagem que foram longe demais

Os filmes de espionagem sempre trazem os equipamentos secretos mais curiosos. Quem não sonhou com algum gadget divertido usado por James Bond? Porém, na vida real nem sempre os agentes secretos tiveram ao alcance algo bacana de ser manipulado. Confira a lista abaixo com 5 objetos de espionagem que são pra lá de esquisitos:

1. Transmissor em formato de cocô

Qual a maneira mais inteligente de disfarçar um dispositivo de espionagem? Camuflá-lo como algo nojento, é claro! Durante a Guerra do Vietnã, o exército norte-americano usou gadgets em formato de cocôs de cachorros. Os objetos eram bem realistas e pareciam produzidos por animais de porte médio. Assim, ninguém se aproximava deles.

Enquanto isso, esses transmissores foram escondidos ao longo da trilha de Ho Chi Minh, enviando informações a respeito das tropas vietnamitas. Nessa época, equipamentos de espionagens “visíveis” eram bastante populares, mas poucos foram tão criativos quanto este modelo. 

Transmissor em formato de cocô de cachorro. (Foto: ListVerse)
Transmissor em formato de cocô de cachorro. (Foto: ListVerse)

2. Óculos com cianeto

Muita gente já viu nos filmes os espiões se matarem envenenados após serem descobertos. Na vida real, isso realmente era possível. A CIA revelou já ter produzido um óculo que continha uma cápsula de cianeto na ponta de uma das hastes. Caso fosse forçado a delatar, o espião poderia fingir estar mastigando a haste para “pensar”, enquanto, na verdade, estaria prestes a cometer suicídio.

Um caso real de suicídio desse tipo aconteceu quando o diplomata soviético Alexander Dmitrievich Ogorodnik, sob o codinome Trigon, tornou-se espião dos Estados Unidos. Após ser capturado pela KGB, ele pediu sua caneta especial para assinar a confissão. O objeto estava adaptado com o cianeto na ponta, levando o agente secreto à morte em poucos segundos.

Óculos com cianeto. (Foto: ListVerse)
Óculos com cianeto. (Foto: ListVerse)

3. Insetocóptero

Com a miniaturização da tecnologia, em algum momento iriam aparecer gadgets em formatos de insetos. Isso aconteceu durante a década de 1970, mas os resultados não foram os esperados. Os dispositivos se pareciam com libélulas e foram desenvolvidas pela CIA para monitorar o terreno inimigo.

Entretanto, limitações técnicas impediram os chamados insetocópteros de serem usados na prática. Eles prometiam cobrir até 200 metros em 60 segundos, mas eram facilmente desviados de curso por uma rajada de vento. Até mesmo uma pequena brisa poderia tirar o dispositivo de sua rota. 

Insetocóptero. (Foto: ListVerse)
Insetocóptero. (Foto: ListVerse)

4. Saco escrotal falso

Outro dispositivo que afastava os inimigos era um saco escrotal falso. Criado para simular o órgão humano em detalhes, o objeto era oco e ficava acoplado ao “original” do agente secreto. Para dar mais realidade, a “prótese” tinha até fios pubianos para imprimir ainda mais realidade.

Dentro dele ainda havia um rádio-transmissor, que permitiria a localização do espião caso ele fosse capturado. O formato e a região frequentemente passavam despercebidos, é claro. O saco escrotal falso foi desenvolvido pela CIA, que apenas assume que ele “raramente” foi utilizado na prática. Será? 

Saco escrotal falso. (Foto: LadBible)
Saco escrotal falso. (Foto: LadBible)

5. Kit anal de ferramentas

Como fazer para levar um monte de equipamentos se você correr o risco de ser revistado nu pelo inimigo? Para a CIA, bastava enfiar as armas e as ferramentas no ânus. A agência norte-americana criou uma cápsula segura o suficiente para ser introduzida lá embaixo e não ser descoberta. O gadget tinha um tamanho “suportável”, mas certamente muitos espiões não gostavam nadinha de carregá-lo.

Caso fosse capturado ou estivesse em uma situação de emergência, o agente poderia facilmente remover a cápsula de seu reto e ter acesso a facas, brocas e até picaretas! Não foi divulgado, entretanto, se o equipamento foi amplamente usado ao redor do mundo.

Kit anal de ferramentas. (Foto: Atlas Obscura)
Kit anal de ferramentas. (Foto: Atlas Obscura)
Você sabia que o Mega Curioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.