Seja o primeiro a compartilhar

Piloto consegue pousar avião quase partido ao meio nos EUA

Estatisticamente, aviões são meios bastante seguros de viajar. Mas, quando acontece algum acidente com eles, o estrago costuma ser bem grande, com muitos desastres em que não há sobreviventes. Pois imagine, então, um acidente de avião onde todos saíram ilesos. Tem mais: um dos pilotos conseguiu pousar um avião quase partido ao meio. 

Isso aconteceu em Denver, no Colorado, Estados Unidos, em um aeroporto secundário da região. Um avião bimotor Fairchild Metroliner e um monomotor Cirrus SR22 estavam se preparando para pousar no Aeroporto Centennial, quando colidiram em pleno ar. 

O piloto da aeronave menor percebeu a gravidade da situação e acionou o paraquedas da fuselagem para aliviar a queda — ele estava com mais um passageiro. Contudo, o comandante do bimotor acreditou que o estrondo que ouviu era uma falha no motor e pediu para fazer um pouso de emergência. Foi só quando já estava em solo e seguro que ele percebeu o rombo na fuselagem do avião.  

Olhem o tamanho do rombo na fuselagem do avião! (Imagem: CBS Denver/Reprodução)Olhem o tamanho do rombo na fuselagem do avião! (Imagem: CBS Denver/Reprodução)

Já o avião menor acionou um paraquedas na fuselagem e conseguiu pousar num gramado (Imagem: CBS Denver/Reprodução)Já o avião menor acionou um paraquedas na fuselagem e conseguiu pousar num gramado (Imagem: CBS Denver/Reprodução)

Aeroporto Centennial, em Denver (Colorado/EUA), onde o acidente aconteceu (Imagem: Wikimedia Commons)Aeroporto Centennial, em Denver (Colorado/EUA), onde o acidente aconteceu (Imagem: Wikimedia Commons)

Podem apostar na loteria!

As fotos são impressionantes, já que o avião praticamente partiu ao meio! Acidentes assim costumam ter finais trágicos, mas o piloto do bimotor conseguiu pousar com total segurança no Aeroporto Centennial. O comandante e o passageiro que viajavam no avião menor e caíram de paraquedas também saíram sem nenhum arranhão. Nada.

“Cada um desses pilotos precisa comprar um bilhete de loteria agora mesmo. Não me lembro de nada assim, especialmente com todo mundo saindo ileso. Essa é a parte incrível disso”, disse John Bartmann, xerife do condado de Arapahoe, onde fica Denver.

Como não dá para dar sorte para o azar, as autoridades já estão investigando o que causou a colisão, até para evitar que mais acidentes como esse aconteçam. O bimotor pertence à empresa Key Lime Air, que trabalha com voos de carga e o monomotor é da empresa Independence Aviation, uma escola de aviação e locadora de aeronaves. As duas terão que prestar explicações às autoridades. 


Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.