Seja o primeiro a compartilhar

Memes invertidos: de onde vieram e qual é a do mais novo viral da internet?

Quando o assunto é memes e virais nas redes sociais, as notícias giram bem rápido: até o tempo de escrevermos e publicarmos esse post aqui no Mega Curioso, já há gente no Twitter dizendo que os "memes invertidos" estão "saturados", já que foram bastante utilizados nesses últimos dias. 

A questão é que muita gente ainda nem teve tempo de entender como funciona e de onde surgiu essa mania, então tratamos de explicar rapidamente, antes que os "memes invertidos" desapareçam com a mesma velocidade com que dominaram as redes.

O que significam os "memes invertidos"?

A ideia dos "memes invertidos" é bastante simples (e, talvez, seja por isso que eles se espalharam tanto, nas mais diversas versões): basta pegar uma imagem, colocar cores negativas sobre ela e escrever uma legenda que tenha o significado oposto do que ela costuma ter. É uma forma de satirizar o que aquela imagem costuma significar. 

Um dos que mais bombou (e que mais gente vai entender) é esse da Elsa, de Frozen, que diz exatamente o contrário da música: em vez de "Livre Estou", "Presa Estou". 


Ou então, se o nome da dupla musical é AnaVitória... Bom, deu pra entender, né?


Explicar a piada pode fazê-la perder um pouco da graça, a gente sabe, mas essa é a teoria. Na prática, os resultados são bem engraçados e podem ser usados em várias situações, como figurinhas para conversas ou comentários. 

Mas vamos a mais alguns exemplos. Nesse aqui, o comentarista de futebol tá diferente...


E esse é pra mandar pros seus amigos e amigas mais saidinhos: o meme invertido da "Pequena Sereia".



Qual seria o contrário de "O Diabo Veste Prada" se não isso? E o Zeca Pagodinho do mundo invertido seria o José Rockão?



Imagem: Twitter/ReproduçãoImagem: Twitter/Reprodução

De onde surgiu a mania dos "memes invertidos"?

Como todas essas manias da internet, é difícil traçar uma linha do tempo exata. Mas um dos primeiros registros de imagens em negativo com o significado oposto do original vem, na verdade, de 2017: desde aquela época, o perfil satírico da TV Maresol (que faz paródia de uma rede de TV local) publicava memes do jogador de futebol Lepé, o Pelé do Multiverso. Ele seria o pior jogador do mundo, que teria levado mil gols. 



Não dá para dizer que todos os memes em negativo que estamos vendo nos últimos dias se inspiraram diretamente de "Lepé, o Pelé do Multiverso", mas esse é um dos primeiros registros desse tipo de imagem na rede social. 

Mais recentemente, há algumas semanas, comentaristas em perfis de música pop começaram a usar memes em negativo em conversas sobre o assunto. 

Desse modo, começaram a surgir imagens como a Pabllo Vittar que é bem destrutível, ao contrário do que diz sua música "Indestrutível": "Eu sei que tudo vai ficar bem/E essas feridas vão se curar". Ou, então, da Karol Conká que não mudou na "vida após o tombo" e continua "uma velha mulher". 

A música de Pabllo Vittar, no original, diz justamente o contrário do que mostra o meme (Imagem: Twitter/Reprodução)A música de Pabllo Vittar, no original, diz justamente o contrário do que mostra o meme (Imagem: Twitter/Reprodução)



Depois que essas duas imagens começaram a se espalhar nos fóruns de música pop, fofocas de famosos e comentários de reality shows, foi questão de tempo para que mais gente começasse a fazer suas versões dos "memes em negativo". 

O negócio foi tomando tal proporção que, no início dessa semana, até mesmo as empresas começaram a fazer publicações nessa linha, com suas imagens em negativo. Por exemplo: o Halls Branco extra fraco ou as lojas "Prédios São Paulo". 


Criar seus próprios "memes invertidos" é fácil: basta pegar alguma imagem e aplicar o efeito negativo sobre ela, no próprio aplicativo de fotos do celular, no Photoshop ou em algum editor de imagens online. Depois, escreva uma frase que simbolize exatamente o oposto do que aquela pessoa costumaria dizer. 

Qual é o seu "meme em negativo" favorito? Conte nos comentários! Para saber mais sobre outros memes e virais, clique aqui.

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER