9 coisas que você ainda não sabe sobre exploração espacial
1.282
Compartilhamentos

9 coisas que você ainda não sabe sobre exploração espacial

Último Vídeo

Há alguns dias o astronauta canadense Chris Hadfield, que nos presenteou com vídeos incríveis durante sua missão espacial e aumentou seu número de fãs em todo o mundo, participou de um evento do TED, falando a respeito de sua vontade de ser astronauta, que surgiu quando ele ainda era criança, e de tudo o que precisou aprender e enfrentar para realizar esse sonho tão difícil.

Hadfield mostrou para nós, meros mortais não astronautas, como é chorar no espaço e nos fez admirar um pano sendo torcido. O cara até mostrou seus dotes musicais em um cover incrível e emocionante da música Space Oddity, de David Bowie. E é por causa dessas pessoas, e de tantas outras, é claro, que está cada vez mais simples, emocionante e divertido conhecer o espaço.

Se você também fica fascinado com viagens espaciais e gostaria de saber um pouco mais sobre o assunto, confira as curiosidades a seguir e aumente seu repertório de conhecimento:

1 – A NASA hipnotizou o astronauta Pete Conrad, da Apollo 12

Fonte da imagem: Reprodução/thishautographs

Ao que tudo indica esse tipo de procedimento não é muito comum, mas foi necessário para garantir a confirmação de Conrad na missão Apollo 12. Um psiquiatra hipnotizou o astronauta para que, quando a mente dele ficasse “perdida”, ele sussurrasse em vez de ficar nervoso. Isso porque antes da hipnose Conrad tinha o costume de falar muitos palavrões. As transmissões feitas pelo astronauta eram repletas de “dum do do do do do”.

2 – Os seguros de vida nos anos 60

Fonte da imagem: Reprodução/io9

Ir para o espaço era mais fácil do que pagar um seguro de vida nos anos 60 e, por isso, Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins, da missão Apollo 11, criaram seu próprio seguro de vida: em forma de autógrafos.

As assinaturas foram coletadas assim que eles souberam que estavam confirmados para a missão, com a ideia de que, se algo desse errado, suas famílias pudessem vender seus autógrafos e conseguir um bom dinheiro com isso.

Três meses antes da viagem ao espaço, os três começaram a assinar centenas de cartões. O material foi entregue a um amigo e em dias específicos, como os do lançamento e o do pouso na Lua, o amigo enviava os cartões pelo correio aos familiares dos tripulantes. Ainda hoje esses autógrafos são vendidos, mesmo com o sucesso da missão, e chegam a arrecadar até US$ 30 mil em alguns leilões.

3 – A Lua tem um cheiro particular

Fonte da imagem: Reprodução/fromquarkstoquasars

Nós até já falamos sobre isso aqui no Mega Curioso, mas caso você não saiba ainda, nosso satélite natural tem cheiro de pólvora, de “cinzas molhadas pegando fogo”. De acordo com John Young, astronauta da missão Apollo 16, o gosto da Lua não é ruim, não – mas não tem nada a ver com queijo.

4 – E o cheiro do espaço?

Fonte da imagem: Reprodução/telegraph

Parece bizarro imaginar como seria o cheiro do espaço, mas é possível saber que odor você sentiria se estivesse lá em cima. De acordo com Louis Allamandola, fundador e diretor do laboratório de Astrofísica e Astroquímica da NASA, o espaço é cheio de moléculas aromáticas que têm cheiro de metal, fumaça de diesel e churrasco. Astronautas já afirmaram que o espaço cheira como bife frito ou queimado.

5 – O discurso de Nixon

Fonte da imagem: Reprodução/io9

A missão Apollo 11 deu certo e Neil Armstrong, Buzz Aldrin e Michael Collins conseguiram realizar um dos grandes feitos da humanidade: pisar na Lua. Mas, logicamente, essa seria mais uma missão improvável que tinha chances de dar certo, mas também de dar muito errado.

O então presidente dos EUA à época já tinha uma declaração pronta, que seria lido caso a missão não tivesse sucesso. Escrito por William Safire, responsável pela produção dos discursos de Nixon, alguns trechos do texto diziam o seguinte (em uma tradução livre):

“O destino ordenou que os homens que foram à Lua explorar em paz ficarão na Lua descansando em paz.

Estes homens bravos, Neil Armstrong e Edwin Aldrin, sabem que não há esperança de resgate. Mas eles sabem também que há esperança para a humanidade no sacrifício que eles fizeram.

Esses dois homens estão deixando suas vidas para o mais nobre objetivo da humanidade: a procura pela verdade e pela compreensão...

... Em tempos antigos, homens olhavam para as estrelas e viam seus heróis em constelações. Em tempos modernos, nós fazemos a mesma coisa, mas nossos heróis são homens épicos de carne e sangue...”.

Felizmente esse discurso nunca precisou ser lido.

6 – Um pequeno passo para o homem, um salto gigantesco para a humanidade

Fonte da imagem: Reprodução/io9

A frase acima, superfamosa por ter sido dita por Neil Armstrong quando pisou na Lua, parece não ter sido espontânea. Muitos estudiosos afirmam que a frase foi pensada meses antes de Armstrong decolar, embora o astronauta sempre tenha negado essa versão.

De acordo com Andrew Chalkin, autor de “O Homem na Lua”, o astronauta não disse “eu pensei nessa frase depois que nós pousamos”. Ele disse “Eu decidi o que eu iria dizer depois que nós pousamos”. E aí, o que você acha?

7 – A NASA é dona de 1 em cada 1.000 patentes nos EUA

O famoso travesseiro da NASA Fonte da imagem: Reprodução/synergycomfort

Considerando que o trabalho da agência é construir naves espaciais e mandar homens para a órbita da Terra e para a Lua, já se pode imaginar que eles descobrem soluções para problemas que nem passam por nossas cabeças inocentes. Ainda bem!

8 – Astronautas não podem ser muito altos

Fonte da imagem: Reprodução/happyhappyjoyjoy

Essa pergunta é frequente, principalmente entre as crianças que escolhem suas profissões futuras sem questionar muito sobre elas: o que é preciso para ser um astronauta? Então vamos lá: se você quiser ser um astronauta, prepare-se para estudar muito e se graduar em matemática, algum tipo de ciência ou engenharia.

Além disso, você vai ter que mandar bem nas provas físicas da NASA, que exigem uma visão bem aguçada, capaz de enxergar bem à distância, boa pressão arterial e uma altura entre 1,57 m e 1,91. Nem mais, nem menos.

9 – O incidente do cocô

Fonte da imagem: Reprodução/io9

Como tudo acaba parando na internet hoje em dia, algumas curiosidades antigas chegam a nossos olhos e ouvidos. Uma transcrição bizarra capturada da missão Apollo 10 revela uma conversa entre o piloto Eugene Cernan e os comandantes John Young e Thomas Stafford. Parece que o diálogo aconteceu em um momento não muito feliz:

CDR: Oh! Quem fez isso?

CMP: Quem fez o quê?

LMP: O quê?

CDR: Quem fez isso? (Risos)

LMP: Da onde veio isso?

CDR: Me dá um guardanapo, rápido. Tem um cocô flutuando no ar.

CMP: Eu não fiz isso. Não é um dos meus.

LMP: Eu não acho que seja um dos meus.

CDR: O meu é um pouco mais esticado do que isso. Jogue isso fora.

CMP: Deus todo poderoso!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.