De onde vêm as cores dos fogos de artifício?
02
Compartilhamentos

De onde vêm as cores dos fogos de artifício?

(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipédia)

O espetáculo de cores que presenciamos no céu quando assistimos à explosão de fogos de artifício não tem nada a ver com o pó de pirlimpimpim. Na verdade, conforme explica o pessoal do site About Chemistry, criar os fogos é uma tarefa bastante complexa que envolve muita química, física, paciência e arte.

Os fogos são desenvolvidos a partir da combinação de determinados elementos químicos, que reagem entre si de uma maneira bastante específica. Além disso, alguns desses compostos, quando submetidos a determinadas situações, são capazes de emitir luz, além de calor e algumas cores diferentes.

Assim, basicamente, os fogos de artifício são compostos por um elemento capaz de produzir oxigênio, um que funcione como combustível, um elemento ligante — para manter todos os demais componentes no lugar certo — e um elemento que produza cor.

E como o mais interessante dos fogos são as cores, confira a seguir uma lista com os elementos químicos mais utilizados e as cores que eles são capazes de produzir:

  • Cloreto de cobre: azul turquesa;
  • Cloreto de bário: verde;
  • Cloreto de sódio: amarelo;
  • Carbonato de estrôncio: vermelho;
  • Pó de carvão: dourado;
  • Magnésio: prateado.

Fonte: About Chemistry

 

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER