A substância chamada de ferrofluido — que já foi mostrada pelo Tecmundo — é um líquido preto, feito com nanopartículas de ferro misturadas a óleo e outras substâncias. Ao interagir com ímãs e outro objetos magnéticos, ela se comporta de maneira interessante, formando “esculturas” líquidas.

E foi justamente essa a característica explorada por David Vigh e sua equipe. No vídeo acima, o ferrofluido foi filmado de ângulos diferentes, com diversas imagens editadas. Com isso, foi possível fazer um curta com cenas únicas, cheias de formatos e cores muito diferentes.

O projeto “The Flow”

O vídeo mostrado no início desta notícia é a segunda produção de um trabalho artístico chamado “The Flow”. A intenção do projeto é a de mostrar os movimentos de substâncias diferentes e fazer algo bonito e interessante a partir disso. O primeiro vídeo usou bolhas de sabão, e o segundo mostrou tinta sendo despejada na água.

Fonte: TheCreatorsProject