(Fonte da imagem: Reprodução/Wikipedia)

Você alguma vez já prestou atenção nos desenhos formados pelos gases expelidos pelos motores de foguetes, jatos e mísseis? Esses padrões são chamados de diamantes de choque e normalmente adotam a forma de pequenas bolhas de fumaça ou de discos de luz, criando um rastro atrás das aeronaves.

De acordo com o site aerospaceweb.org, os diamantes de choque são formados pelos gases produzidos como resultado da combustão da turbina, que são expelidos a uma velocidade supersônica.

Pequenas variações nessa velocidade, quando os parâmetros de combustão da turbina sofrem qualquer alteração, fazem com que os gases liberados — aos empurrões — mudem de velocidade, provocando leves ondas de choque que criam uma espécie de disco luminoso que se mantém visível durante determinado tempo. E você pensava que estávamos falando de pedras preciosas, não é mesmo?

Fonte: aerospaceweb.org