Quem vive em cidades grandes e passa uma noite na praia ou no campo já deve ter percebido como é diferente a visão do céu. Por causa da poluição luminosa causada pela iluminação pública e privada, quase não se vê estrelas nos grandes centros urbanos. Essa é uma característica que vai além do deslumbre visual e que chega, inclusive, a afetar a vida dos animais noturnos que habitam essas regiões. Por isso, há até mesmo projetos que tentam minimizar essa poluição em algumas cidades e, se um dia eles forem implementados, pode ser que voltemos a ter um céu estrelado como o da área rural.

Tokyo sem eletricidade Fonte da imagem: Reprodução/Thierry CohenPara ter uma ideia do que estamos perdendo, você pode conferir as fotografias do artista Thierry Cohen, que usa a composição de imagens na expectativa de tentar recriar a visão que teríamos do céu, caso abolíssemos a iluminação artificial.

São Paulo também foi registrada pelas lentes de Cohen Fonte da imagem: Reprodução/Thierry CohenE não pense que a montagem é feita ao acaso, pois Cohen é bastante criterioso ao capturar as fotografias que formam a imagem final. Primeiramente, o artista fotografa a área urbana, anotando precisamente o ângulo, horário e coordenadas usadas naquele momento. Depois, ele realiza os cálculos necessários e se beneficia da rotação da Terra para encontrar em desertos, planícies e outras áreas remotas o mesmo céu que não estava visível no momento da primeira fotografia. Assim, Cohen pode capturar o céu estrelado exato que faltava nas grandes cidades.

Que tal essa vista da ponte do Brooklyn, em Nova York? Fonte da imagem: Reprodução/Thierry CohenPor isso, as imagens finais criadas pelo artista são muito mais do que uma montagem, mas uma recriação fiel de como seria o céu naquele momento. Bacana, não? Confira essas e outras obras no site de Cohen.