Seja o primeiro a compartilhar

13 coisas interessantes que você vai curtir saber sobre a Guerra Fria

Equipe MegaCurioso

1 – O termo “Guerra Fria” foi criado por George Orwell — que o usou em seu livro “A Revolução dos Bichos”, de 1945, que satiriza o Stalinismo.

2 – A União Soviética conseguia identificar facilmente os passaportes falsos através dos grampos de metal usados para prender documentos — que não enferrujavam. Os usados na URSS eram de qualidade tão ruim que eles não resistiam muito tempo sem sofrer oxidação.

3 – As sirenes de alerta contra ataques aéreos que foram espalhadas pelos EUA durante a Guerra Fria — da Chrysler e medindo mais de 3,5 metros de comprimento cada uma — eram tão poderosas que, quando acionadas, eram capazes de transformar nuvens em chuva.

4 – Os oficiais soviéticos pensavam que o pequeno edifício situado no centro do Pentágono era uma sala secreta de reuniões quando, na verdade, ele era uma barraca de cachorros-quentes.

5 – Durante a Guerra Fria, a CIA desenvolveu um programa de espionagem que consistiu em equipar gatos com todo tipo de geringonça. Os norte-americanos investiram US$ 15 milhões no projeto, mas o plano não deu certo.

6 – Como os soviéticos tinham grande interesse pela Passagem do Noroeste, uma região que permite a ligação entre os oceanos Atlântico e Pacífico, os canadenses relocaram populações inuítes no Ártico para garantir o controle da área.

7 – Os EUA chegaram a considerar a ideia de despejar camisinhas extragrandes em embalagens que diziam que elas eram de tamanho médio com a intenção de desmoralizar os soviéticos.

8 – Em 1945, um grupo de criancinhas soviéticas presenteou o embaixador norte-americano com um belo selo para ser colocado em seu escritório. Sete anos depois, descobriram que o tal presente continha um dispositivo de escuta escondido em seu interior.

9 – A CIA desenvolveu um plano secreto para cortar a barba de Fidel Castro com o propósito de ferir sua imagem pública.

10 – Depois de um Boeing 747 coreano ser abatido nos anos 80 por acidentalmente atravessar o espaço aéreo soviético, os EUA decidiram tornar a tecnologia usada nos aparelhos de GPS pública.

11 – O coronel soviético Stanislav Petrov estava monitorando uma série de radares quando os equipamentos apontaram que os EUA estavam preparando um ataque nuclear contra a URSS. Ele tinha uma fração de segundo para decidir o que fazer, se lançar o alerta e, consequentemente, um contra-ataque, ou não. Desconfiando que podia se tratar de um erro de leitura dos radares, Petrov decidiu não fazer nada e, para a sorte de todos, ele estava certo.

Stanislav Petrov

12 – Entre 1960 e 1968, a Força Aérea dos EUA manteve um programa — o Operação Chrome Dome — que consistia em ter vários bombardeiros carregados com armas termonucleares e com objetivos assignados na União Soviética voando em horários que garantiam que um número considerável de aeronaves estaria no ar em caso de que a Terceira Guerra Mundial eclodisse.

13 – A Tsar Bomba, a bomba nuclear mais poderosa já testada na História, foi detonada no Ártico pelos soviéticos em outubro de 1961, e a nuvem de cogumelo resultante da explosão alcançou uma altitude cerca de sete vezes superior à do Monte Everest.

***

Você sabia que o Mega Curioso também está no Instagram? Clique aqui para nos seguir e ficar por dentro de curiosidades exclusivas!

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

Comentários

Você já percebeu que passamos por algumas mudanças por aqui, né? Uma delas é melhorar também o nosso campo de comentários - e nada melhor do que você, nosso leitor, para nos ajudar e garantir que a gente esteja no caminho certo. Substituímos temporariamente nossos comentários por uma pesquisa rápida para implementarmos mais uma melhoria. Como você acredita que nossa interação pode ser mais próxima aqui?

CLIQUE AQUI PARA RESPONDER