(Fonte da imagem: Reprodução/Caratinga)

É estranho como a Lua parece ser maior em algumas noites, enquanto em outras ocasiões ela não apresenta nenhuma mudança, não é? Pois acontece que ela não cresce ou diminui — o que é óbvio — e também não há nenhuma relação com a distância entre ela e a Terra.

Essa mudança de tamanho é uma ilusão do seu cérebro. Quando a Lua é vista perto do horizonte, há mais coisas para serem comparadas a ela, como árvores e prédios.  Já que esses elementos são muito menores do que este satélite natural, seu cérebro percebe o tamanho dele de forma diferente, o que causa a impressão de crescimento — percepção essa que é chamada de “Efeito de Ebbinghaus”.

Além disso, o seu cérebro está condicionado a entender que objetos perto do horizonte são pequenos, já que eles estão muito distantes. Como o tamanho da Lua não é alterado, você acaba achando que ela é realmente gigante.

No fim das contas, a sua cabeça simplesmente enxerga coisas que não são verdade. Bizarro...

Fonte: Gizmodo