Paciente do maior transplante de rosto da História faz nova aparição
608
Compartilhamentos

Paciente do maior transplante de rosto da História faz nova aparição

Último Vídeo

Recentemente, nós aqui do Mega Curioso postamos uma matéria — você pode acessá-la através deste link — na qual falamos a respeito da divulgação de novos detalhes sobre o mais extenso transplante de rosto realizado até agora. Conforme explicamos, o procedimento aconteceu há cerca de um ano nos EUA, e transformou a vida do bombeiro Patrick Hardison, que teve a face completamente destruída quando combatia um incêndio em 2001.

Esse é Patrick Hardison antes do transplante, durante sua recuperação e como ele está agora

No acidente, as chamas não se limitaram a apenas desfigurar o rosto de Hardison: elas consumiram suas orelhas, pálpebras, lábios, quase o nariz completo, todo o cabelo e pelos faciais. Com isso, além de evitar se expor publicamente por causa da aparência, o bombeiro ficou impossibilitado de dirigir ou dormir direito por conta da falta de pálpebras, passou a ter dificuldades para respirar, se alimentar e se comunicar.

Transformação

Em agosto do ano passado, Hardison recebeu o rosto de um doador, um jovem de 26 anos chamado David Rodebaugh que teve morte cerebral após um acidente de bicicleta. Por sorte, tudo correu bem e o transplante foi um verdadeiro sucesso. Inclusive, na matéria anterior aqui do Mega Curioso, nós postamos uma série de imagens do procedimento, incluindo uma que mostrava o progresso da recuperação de Hardison até — provavelmente — o comecinho deste ano.

Hardison com a família durante uma viagem à Disney — ele é o rapaz charmoso que está de chapéu e óculos escuros

E agora, um ano mais tarde, novas imagens do bombeiro finalmente se reintegrando à vida em sociedade com sua nova face voltaram a ser divulgadas. Na verdade, o resultado é singular! A única característica que, talvez, entregue o fato de o rosto não ser naturalmente seu são os olhos, que parecem ligeiramente “tristonhos”. Veja que incrível:

Hardison atualmente

Segundo Harding, ele ainda sente uma leve dor e formigamento na face, mas já conseguiu reduzir a quantidade de medicamentos, que costumavam ser 15 pílulas pela manhã e outras 15 à noite, para seis de manhã e apenas quatro no fim do dia. O bombeiro também contou que já consegue dormir bem melhor — e que as pessoas já não o encaram mais quando ele se encontra em público.

Nova vida

A vista de Hardison também melhorou dramaticamente, já que antes do transplante ele não possuía pálpebras e só conseguia enxergar através de pequenas aberturas que limitavam muito seu campo de visão. Desde a cirurgia, ele fez entre seis ou sete “retoques” para adaptar melhor o rosto, e deverá passar por outro procedimento em breve para ajustar a testa e as sobrancelhas. Ou seja, a aparência de Hardison se tornará cada vez mais “normal”.

E por que ele não deveria se sentir "normal"? Olhe para ele agora!

De acordo com os médicos que realizaram o transplante, Harding não apresentou qualquer sinal de rejeição até agora — uma complicação bastante comum em procedimentos desse tipo. Ademais, as novas pálpebras devolveram a ele capacidade de piscar, além de preservar sua visão, sem falar que a cirurgia consistiu no transplante de tecido mole da face mais extenso já realizado. Veja mais imagens de Hardison na galeria a seguir:

Você sabia que o Megacurioso está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.